Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fora do prazo

PSDB pede ao TSE que Sensus seja multado

O PSDB entrou com representação no Tribunal Superior Eleitoral contra do Instituto Sensus Data World Pesquisa e Consultoria, que divulgou pesquisa de opinião referente às eleições presidenciais na terça-feira (13/4). Para o partido, o instituto revelou os dados fora do prazo estipulado pela legislação eleitoral. O PSDB pede a aplicação de multa no valor máximo de 100 mil Ufirs.

O partido alega que o pedido de registro da pesquisa, encomendada pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada e Afins do Estado de São Paulo (Sintrapav), foi apresentado no último dia 5 de abril, conforme informação do site do TSE. Mas que, devido a um pedido de emenda o registro da pesquisa foi feito apenas no dia 9, de modo que a contagem do prazo que trata a Resolução 23.190 foi reiniciada. 

O pedido de emenda aconteceu após uma confusão do instituto. De acordo com o PSDB, na primeira versão do pedido do registro, o instituto de pesquisa indicou como contratante e responsável pelos recursos financeiros o Sindicato dos Empregados nas Empresas Concessionárias no Ramo de Rodovias e Estradas em Geral do Estado do Paraná (Sindecrep).

A entidade negou ao jornal Folha de S. Paulo ter conhecimento de tal pesquisa. Procurado pelo mesmo jornal, o Instituto Sensus alegou “erro material” no pedido do registro, indicando a Sintrapav. Com informações da Assessoria de Imprensa do TSE.

Revista Consultor Jurídico, 15 de abril de 2010, 17h40

Comentários de leitores

1 comentário

duvidas

dinarte bonetti (Bacharel - Tributária)

Teria o PSDB tanta vontade de processar o instituto, caso o resultado tivesse sido outro, favoravel ao seu candidato?
É um tiro no pé do partido esse movimento equivocado, pois fica a nítida impressão de que reagiu a uma pesquisa desfavoravel.
A continuar assim, a acessoria juridica do PSDB vai continuar ajudando a candidata da situação.

Comentários encerrados em 23/04/2010.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.