Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Exposição de presos

Delegados resolvem não dar entrevista no Ceará

Os delegados da Polícia Civil do Ceará reagiram contra a decisão do secretário de segurança pública do estado, Roberto Monteiro, de afastar três delegados titulares devido à exposição de presos na imprensa. A categoria resolveu não conceder mais entrevista. As informações são do Comunique-se.

A categoria decidiu criar regras de trabalho diante do que chamaram de “censura”. Entre elas, está a de não dar entrevista. Após se reunirem, os delegados foram, nessa sexta-feira (25/9), para a Assembleia Legislativa, onde pediram uma audiência pública com o secretário, a OAB-CE e a imprensa.

A Secretaria de Segurança Pública do Ceará determinou, na quarta-feira (23/9), a exoneração dos delegados César Wagner , Romério Almeida e Ana Lúcia Moreira por causa da exposição de presos para a imprensa. A medida foi tomada após a OAB recomendar ações que garantissem o direito de imagem dos detidos

A Secretaria de Segurança confirma recebimento de ofício da OAB, no dia 24/8, que pedia medidas contra a exposição de presos no estado. Informa ainda que em abril de 2007 o secretário Roberto Monteiro expediu documento recomendando que os policiais resguardassem a imagem dos detidos.

Revista Consultor Jurídico, 26 de setembro de 2009, 14h50

Comentários de leitores

4 comentários

Engraçado...

Gabriel (Estudante de Direito)

Se querem reconhecer os bandidos que possivelmente cometeram outros crimes vá a delegacia e vejam os arquivos de fotos de presos. Que estejam, então, separados por espécies de crimes e por características físicas nos arquivos policiais de maneira a facilitar a pesquisa,e PRONTO, solução muito mais eficaz para as vítimas reconhecerem os bandidos do que esse sistema sensacionalista-televisivo que explora a miséria do país e além de tudo faturam altas sifras. Afinal seria só comparecer na delegacia e procurar, uma vez que muitas vítimas de crimes são pessoas esclarecidas e que ocupam suas vidas com coisas produtivas, não tendo tempo e nem paciência para assistir esses supostos "programas benfeitores".
Agora, o que se vê é programas de televisão explorando as condições miseráveis dos presos e faturando altas sifras em cima disso, com o subterfúgio de estarem prestando um serviço de interesse social, qual seja, revelar a ação dos criminosos, conscientizando assim a sociedade, e mostrar o rosto de homens perigosos que possam ser reconhecidos por eventuais outras vitímas. É uma pena que as pessoas não consigam ver o quanto essa idéia é conveniente às empresas de telecomunicação e ao mesmo como isso não contribui em nada para a pucição dos infratores...
Realmente é uma mentalidade muito simplória essa de que temos que mostrar a "cara dos bandidos", e tipica de sociedades embrutecidas. Também é tipico de pessoas que não debruçam com profundidade, criatividade e espírito aguçado nas questões sociais.

LEIS RETRÓGRADAS

giovani (Oficial da Polícia Militar)

AS LEIS NESSE PAÍS EM TODAS AS SUAS ESFERAS SÃO BENÉFICAS AOS QUE INFRINGEM AS LEIS. ATÉ UM LEIGO É SABEDOR DISSO. CLARO QUE SE A LEI ESTÁ EXPLÍCITA QUANTO AO "BENEFÍCIO" (BRINCADEIRA) AO PRESO, ACREDITO QUE DEVERIA SER RESPEITADO. MUDEMOS A LEI ENTÃO PARA MOSTRAR A CARA DESSES ESTRUPADORES, ASSASSINOS, SEQUESTRADORES... ACREDITO QUE ASSIM SERÁ MAIS JUSTO! QUANTO AOS DELEGADOS, ESTÃO CERTOS EM NÃO SE EXPOR E DEVERIA SER ASSIM EM TODO O BRASIL. QUER DIZER, O BANDIDO TEM QUE SER PRESERVADO E AS AUTORIDADES TEM QUE SER EXPOSTAS PARA QUE SUAS FAMÍLIAS E ESTES PRÓPRIOS FIQUEM À MERCÊ DA BANDIDAGEM. O BRASIL TEM QUE SER UM PAÍS SÉRIO.

Toma vergonha na cara legislador!!

incredulidade (Assessor Técnico)

Preso tem que ser exposto sim!!
Para as vítimas se apresentarem e iodentifica-lo.
Não vivemos na Suíça.
Temos de parar de criar obstáculos para a políciatrabalhar só pára dar dinheiro a advogados. Já é difícil fazer justiça com essa estrutura carcomida e ainda criamos todo tipo de obstáculo.
Não pode usar algema, não pode expor, não pode revistar advogado, não pode aumentar a pena para o sujeito que mente descaradamente e cria todo tipo de empecilho à investigação ("ninguém pode se auto-incriminar"), daqui há pouco tem que avisar com dois meses de antecedência para poder investigar alguém e assim dar tempo dele destruir as provas.
Pais da impunidade, isso sim.
Temos que parar de dar trela a eses "criminalistas" que estão a todo instante buscando argumentos ditos "garantistas" para furtar as pessoas da aplicação da lei.
Ditadura dos escritórios de advocacia "humanistas" que exploram esse valioso filão.
Mas ainda existe justiça divina. Como o notório caso de uma advogada que soltou um contumaz larápio, só porque a portaria de prisão em flagrante não tinha sido assinada. Feliz da vida com o brilhante resultado, foi ligar para o escritório para avisar do seu "sucesso" e qual não foi a surpresa quando percebeu que o larápio havia se evadido do fórum com a bolsa dela. Hahahaha. Afinal, precisava de algum para "recomeçar" a vida.
Fora suícos!!!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 04/10/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.