Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Exibição de vídeos

YouTube fecha parceria com compositores britânicos

O portal de internet YouTube, que pertence ao Google, chegou a um acordo judicial com a organização que representa os compositores britânicos, a PRS for Music. Com o acordo, o YouTube passa, a partir da próxima semana, a exibir vídeos musicais, após uma suspensão que já durava seis meses. Estavam bloqueados apenas os vídeos oficiais feitos pelas gravadoras. As informações são do site Findlaw.

Uma declaração constante do site do YouTube esclarece que, “após meio ano de intensas negociações”, a companhia conseguiu selar um acordo "razoável" com a PRS sobre a forma de pagamento para reproduzir os vídeos oficiais dos artistas britânicos. Os valores do acordo judicial não foram divulgados. A parceria terá validade até 2012 e será retroativa a janeiro de 2009.

A pendenga teve início a 10 de março de 2009, quando o YouTube anunciou o bloqueio temporário dos vídeos das empresas fonográficas do Reino Unido, supostamente em decorrência do "preço proibitivo" cobrado pela PRS. O YouTube também alegou, na época, "falta de clareza" sobre os direitos de propriedade intelectual que constavam na licença.

Revista Consultor Jurídico, 3 de setembro de 2009, 16h12

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.