Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Três dias

Lula decreta luto oficial por morte de ministro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decretou três dias de luto devido à morte do ministro do Supremo Tribunal Federal Carlos Alberto Menezes Direito. O luto começa a contar a partir desta terça-feira (1/9). Aos 66 anos, o ministro morreu nesta madrugada em decorrência de um câncer no pancrêas. Ele estava afastado do trabalho para tratamento médico há quatro meses. Direito foi indicado por Lula, em 2007, para ocupar a vaga aberta no STF com a aposentadoria de Sepúlveda Pertence, depois de exercer a função de ministro do Superior Tribunal de Justiça por 11 anos. As informações são da Agência Brasil.

O decreto presidencial com o luto oficial será publicado nessa quarta-feira (2/9) no Diário Oficial da União. O presidente Lula esteve no velório de Direito, no Centro Cultural da Justiça Federal no Rio de Janeiro. Em nota oficial, o presidente se solidarizou com os parentes e elogiou a discrição e sobriedade do ministro, que “emprestava mais força às posições que adotava”.

O presidente do Senado, José Sarney, também divulgou nota sobre a morte do ministro. No texto, Sarney diz que o Brasil perdeu “um grande homem, que impunha exemplar admiração em todos os juízes do país e despertava o respeito do povo brasileiro”. A nota diz ainda que o Senado “associa-se ao pesar da família e solidariza-se com o STF pela perda de um de seus mais expressivos membros”.

Leia a nota do presidente da República

Nota de pesar do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo falecimento do ministro Carlos Alberto Direito

O ministro Carlos Alberto Menezes Direito exerceu diversos cargos ao longo de sua carreira, sempre com brilhantismo e elevado espírito público. Profundo conhecedor do Direito, fundamentava seus votos com muito critério, objetividade e consistência. Sua discrição e sobriedade emprestava mais força às posições que adotava. Consternado pela sua perda, envio meu abraço solidário a seus amigos, parentes e a seus pares do mundo jurídico.

Luiz Inácio Lula da Silva

Presidente da República Federativa do Brasil

Revista Consultor Jurídico, 1 de setembro de 2009, 20h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 09/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.