Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mais uma vez

Deputado apresentará PEC do terceiro mandato

O deputado Jackson Barreto (PMDB-SE) pretende protocolar até o final de maio uma proposta de emenda à Constituição (PEC) que abre caminho para um terceiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A proposta prevê queseja feito ainda este ano um plebiscito para verificar se a população está de acordo com um terceiro mandato para o presidente. As informações são da Agência Brasil.

Jackson Barreto disse que não tem “qualquer constrangimento de apresentar a proposta”, mesmo sem respaldo do PMDB. Para o deputado o fato de não ter indicações de cargos para qualquer esfera da Administração Pública Federal deixa-o à vontade para agir à revelia do partido ao qual pertence. Na Câmara já existem algumas PECs que tratam do terceiro mandato, uma delas do deputado Devanir Ribeiro (PT-SP). Pelo menos publicamente, a tese do terceiro mandato não é assumida no Congresso.

A PEC do deputado peemedebista recebeu críticas de todos os lados. O ministro-chefe de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, disse à Agência Brasil que é contrário à discussão desse assunto. “Pessoalmente, não acho bom. O próprio Congresso não é a favor disso. É melhor manter a Constituição como está”, afirmou.

A senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) também não aprova um terceiro mandato. Segundo ela, em conversas informais da bancada petista no Senado, o assunto já foi discutido e a posição majoritária é de que “a discussão não é oportuna”. Serys acrescentou que analisar um terceiro mandato para o presidente Lula seria “ruim para a democracia”.

O presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE), foi mais incisivo na crítica ao tema que é recorrente no Congresso: “Isso é golpe. Nós da oposição vamos tratar como tentativa de golpe. O PT e o PMDB já afastaram essa hipótese”.

Jackson Barreto colheu 171 assinaturas que viabilizam a apresentação da proposta de emenda constitucional. Segundo ele, a PEC só não foi apresentada até agora para não criar constrangimento à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, candidata do presidente Lula e que está em tratamento de um câncer linfático.

“Quando terminei a coleta de assinaturas apareceu o problema de saúde da ministra Dilma e eu dei um recuo para não causar qualquer tipo de constrangimento. Pessoalmente penso que o terceiro mandato para o presidente Lula representa um pensamento majoritário entre os nordestinos”, disse o peemedebista.

Revista Consultor Jurídico, 18 de maio de 2009, 16h25

Comentários de leitores

25 comentários

REPETE LULA NÃO QUERER MAIS A PRESIDÊNCIA, REPETE BICHIM!

Bonasser (Advogado Autônomo)

Se o Lula fosse homem de verdade já teria se pronunciado e proibido moluscamente acerca deste besteirol que alcançando o objetivo desse deputadozinho pretende, trará um grande desserviço à democracia e ao povo serio deste País.
Sim digo serio porque os que acolhem essa meleca de pretensão nada são mais do que os pobres desgraçados famintos, sem tetos, sem terras e sem nada que com o dinheiro suado arrecadado de quem trabalha e paga imposto são alimentados com esses programas de controle de votos que os VERMELHOS DOENTES insistem em chamar de bolsa disso e bolsa daquilo.
O lula deve e tem o dever de ir a publico demonstrar sua indignação sobre esse projeto de PEC e declarar à Nação que não concorda com isso e que não é e não será candidato a outro mandato, mais isso... Será quase impossível, pois, é justamente o seu desejo enrrustido, o de se apoderar do não só poder mais do Brasil faz parte do projeto encabeçado pelos dirceus, dilmas e franklins da vida, ou seja, do governo; o de que os vermelhos se perpetuem no poder para dar cabo ao socialismo clientelista dessa corja que já se encontra no poder... o Brasil merece coisa melhor, basta desta safadeza e palhaçada. A vontade que da é de chamar todos de bons felas da puta, isso sim.

OLHE DEPUTADO!!!

Saulo (Advogado Sócio de Escritório)

Dr. Deputado, não lhe outorguei procuração para falar em meu nome não "visse", vê lá no que vc tá querendo me meter. Sou nordestino, pernambucano, logo você, "Seu Dr. deputado", pode falar pelo povo que o elegeu e não por mim. Felizmente meus representantes lutam de forma veemente contra essa verdadeira tentativa de golpe. Não há que se comparar com o caso de FHC, até porque, realmente, 04 (quatro) anos é pouco para dar inicio à reformas necessárias na administração, sendo o ideal 08 (oito) anos. Tome-se como exemplo o paradigma americano.
Agora tentar empurrar um terceiro mandato!!!!12,13 ou mesmo 18 anos, valha-me Deus!!! Isso é peepertuar-se no poder, isso é regime totalitario. Aparentemente LULA andou conversando muito com o companheiro CHAVES. No caso dessa proposta passar pela Câmara e pelo Senado, o que acredito não ocorrerá, pois ainda existem politicos sérios nesse país, restará a nós, povo brasieliro, aqueles abençoados com alguma cultura e formadores de opinião, mostrar-mos que não somos nenhuma Venezuela...Sairemos às ruas se necessário.

Demorou!!!

Zerlottini (Outros)

E ele bem disse que "não tem constrangimento..." Eles NUNCA TÊM O MAIS MÍNIMO CONSTRANGIMENTO PARA SEUS ATOS, sejam eles o absurdo que forem. Esse pessoal está é com crise aguda de FALTA DE VERGONHA NA CARA, FALTA DE RESPEITO PELO POVO, FALTA DE HONESTIDADE. Aliás, para ser bem claro, eles não têm nem AUTO-RESPEITO! Ganham fortunas imorais, a título de salários (que, de forma nenhuma merecem) e ainda se vendem por ninharias. Esse sujeito aí deve estar querendo que o miolusco continue para ser secretário de qualquer coisa. O pior de tudo é que o molusco tinha razão, quando disse que lá são "quinhentos e tantos picaretas". SEM NENHUMA EXCEÇÃO! E ainda tem gente que diz que "felizmente, os desonestos são uma minoria"! NÃO SÃO NÃO: SÃO MAIORIA ABSOLUTA. Porque, se fossem minoria, a maioria dos "honestos" (hem? como?) já os teria expulso. A verdade é que, como todo mundo tem o "rabo preso" com todo mundo, todo mundo é sacana e todo mundo quer comer, a coisa degringola pra todo tipo de sacanagem. Veja-se o caso do mensalão: o primeiro a ser cassado foi exatamente quem jogou a caca no ventilador (devia querer mais e não lhe deram). O resto... ora, o resto. Vão TODOS MUITO BEM, OBRIGADOS. Reeleitos foram e reeleitos serão, enquanto forem candidatos.
Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 26/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.