Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Economia preservada

Suspenso reajuste de salário de procuradores do DF

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Cesar Asfor Rocha, suspendeu a liminar que garantia aos procuradores do Distrito Federal e aos procuradores de assistência judiciária (categorias I e II) o reajuste dos seus vencimentos. Para o ministro, ficou configurada grave lesão à economia pública. O impacto na folha de pagamentos do DF ultrapassaria R$ 2 milhões entre os meses de abril a dezembro de 2009 se houvesse o reajuste.

O pedido de liminar em Mandado de Segurança apresentado pelo Sindicato dos Procuradores do DF foi deferido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal. No STJ, o governo do DF pediu a suspensão da liminar, demonstrando a obrigatoriedade da previsão orçamentária em relação aos recursos necessários para o pagamento de eventuais diferenças de vencimentos. Mencionou, também, o recente corte, pelo governo federal, de R$ 238 milhões do repasse previsto para o Fundo Constitucional do DF.

Alegou, ainda, lesão à ordem jurídica e à economia pública, esclarecendo que “o impacto na folha de pagamentos do DF, gerado pela execução da medida liminar que aqui se quer suspensa, alcança a quantia expressiva de R$ 2.132.630,76 para o período compreendido entre os meses de abril a dezembro de 2009, como faz certo o ofício da Secretaria de Estado e Planejamento”.

Em sua decisão, o presidente do STJ afirmou que o cumprimento imediato da decisão liminar, sem anterior e necessária previsão orçamentária, acarretará importante impacto nas finanças do DF e inevitáveis dificuldades no reordenamento das contas públicas. Com informações da Assessoria de Imprensa do Superior Tribunal de Justiça.

SS 2.175

Revista Consultor Jurídico, 15 de maio de 2009, 7h18

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.