Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleições em Londrina

Candidato mais votado em Londrina tenta suspender novas eleições

O deputado estadual Antonio Belinati (PP) entrou com recurso na terça-feira (07/1) na Justiça Eleitoral de Londrina pedindo a suspensão do novo segundo turno da eleição para prefeito da cidade. Belinati, que foi o candidato mais votado nas eleições de Londrina, teve as contas reprovadas em uma de suas administrações anteriores na chefia do Executivo.

Belinati pede que o novo pleito só ocorra após o Supremo Tribunal Federal manifestar-se sobre o recurso em caráter extraordinário em que o deputado tenta garantir posse na prefeitura da cidade.

O advogado de Belinati declarou que a defesa ainda não pôde protocolar o recurso extraordinário porque o TSE ainda não publicou o acórdão da confirmação da cassação do registro da candidatura do ex-prefeito.

O presidente da Câmara Municipal, Roque Neto (PTB), ocupa a prefeitura interinamente até acontecer um novo segundo turno, que seria disputado entre Luiz Carlos Hauly (PSDB) e Barbosa Neto (PDT). A data só será marcada após o fim do recesso do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em 20 de janeiro.

No pleito de 2008, Belinati, que teve 36,38% dos votos válidos, foi para disputa em segundo turno e foi eleito pela quarta vez prefeito de Londrina com 51,73% dos votos. Luiz Hauly e Barbosa Neto ficaram com 23,61% e 22,92% dos votos válidos, respectivamente.


Revista Consultor Jurídico, 8 de janeiro de 2009, 14h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.