Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem partido

Edmar Moreira não faz mais parte do DEM

A Executiva Nacional do DEM decidiu, nesta quinta-feira (12/2), desligar o deputado federal Edmar Moreira (MG) do partido. De acordo com o presidente da legenda, Rodrigo Maia (RJ), o pedido de desfiliação feito pelo parlamentar ao Tribunal Superior Eleitoral já significava, na prática, a saída do deputado do partido, por isso não houve necessidade de expulsão formal. As informações são da Agência Brasil.

Com a alegação de que foi pressionado pelo próprio partido a abandonar a legenda, o deputado pediu na segunda-feira (9/2) ao TSE que reconheça a justa causa de sua saída do partido. A saída por justa causa é a única forma de um parlamentar deixar um partido e manter o cargo eletivo conquistado, com base no entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre a fidelidade partidária. Moreira afirma sofrer “perseguição política com grave discriminação pessoal”.

Ele, que ocupava a corregedoria e 2º vice-presidência da Câmara, deixou o cargo depois da acusação de apropriação indevida de contribuições previdenciárias de funcionários, de não ter declarado à Receita Federal e à Justiça Eleitoral a propriedade de um castelo em Minas Gerais e de uso irregular de verba indenizatória.

“O partido deve preservar a sua imagem e a postura do deputado Edmar, o seu histórico de votações e a própria conduta dele após as eleições da Mesa não condizem com o partido", disse Rodrigo Maia. Segundo ele, o DEM vai aguardar a decisão do TSE.

Revista Consultor Jurídico, 12 de fevereiro de 2009, 21h27

Comentários de leitores

3 comentários

quinto mundo

Jose Antonio Dias (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Castelo, Sr. Edmar, só para quem vive no primeiro mundo. Se V.S. tivesse comprado uma palafita em no Rio Negro (Amazonas) não teria tido todos esses problemas. Na Inglaterra V.S. teria adquirido um castelo a troco de sua manutenção e não teria tido problemas com a Rainha.

se fosse do PT

analucia (Bacharel - Família)

se fosse do PT seria promovido a um cargo de administrador no partido !!!!

O "DEMO" se deu mal e perdeu o mandato ! ! !

A.G. Moreira (Consultor)

Nessa aí, o "DEMO" se deu mal e perdeu o mandato.
A Justiça ( se for justa ) confirmará ! ! !

Comentários encerrados em 20/02/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.