Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Morte de Isabella

Julgamento do casal Nardoni será em março de 2010

Por 

O juiz Mauricio Fossen, do 2º Tribunal do Júri do Fórum de Santana, marcou para o dia 22 de março, às 13 horas, o julgamento do casal Alexandre Alves Nardoni e Ana Carolina Jatobá, acusados pelo assassinato da menina Isabella Nardoni, de 5 anos. Na decisão, tomada nesta terça-feira (15/12), o juiz relata que todas as perícias complementares solicitadas foram feitas. O juiz determinou o acesso das partes às provas que integram o processo.

A decisão do juiz aconteceu um dia depois da defesa do casal protocolar novo pedido de exame de DNA do sangue encontrado no carro que transportou a família momentos antes da morte da menina. Na semana passada, exame feito a partir de uma amostra de material genético do casal comprovou que o sangue armazenado pelo Instituto de Criminalística é, de fato, dos dois.

O exame foi feito a pedido da defesa dos acusados, que argumentava que o sangue armazenado no Instituto de Criminalística (IC) — e que foi utilizado para gerar grande parte das provas durante as investigações — não era do casal.

A menina Isabella morreu no dia 29 de março de 2008, quando foi jogada do sexto andar do prédio onde moravam seu pai e sua madrasta, na zona norte de São Paulo. O casal foi preso em maio daquele ano e permanece na prisão desde então.

Os desembargadores da 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiram que o casal deve ser levado a júri popular pelo crime. “Não levá-los a júri seria um contra-senso palmar e brutal”, afirmou o desembargador Luís Soares de Mello, relator do recurso.

O fundamento usado pelo desembargador foi o de que é “induvidosa” a materialidade do fato criminoso e haveria indícios suficientes de autoria. Os dois pressupostos sustentam a pronúncia dos acusados para ir a julgamento pelo Tribunal do Júri, disse (clique aqui para ler a decisão).  

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 15 de dezembro de 2009, 21h18

Comentários de leitores

5 comentários

QUEM TEM DÚVIDA,

Simarques Ferreira (Advogado Autônomo - Tributária)

PODE CONSULTAR O PROCESSO E DEFENDER O CASAL...

"-respeitavel Publico , o gran circo Brasilis...."

hammer eduardo (Consultor)

Pois é , agora a lona do Gran Circo Brasilis ja tem data para ser armada , imaginem o IBOPE que este julgamento vai dar! O fator preocupação é exatamente o periodo pois em 2010 teremos uma campanha presidencial feroz para o novo habitante do Palacio do Planalto , este sim o verdadeiro grande circo!
Paralelamente fico MAIS UMA VEZ decepcionado com o "murismo" ( se é que podemos usar tal expressão) por parte do CONJUR que tem evitado de maneira cirurgica adentrar pelo assunto do esgoto imundo que jorra atualmente de Brasilia envolvendo o "beto-panetone" , notoria RATAZANA da vida publica brasileira que agora ( segundo os Jornais do dia) ganhou de presente de papai Noel um belissimo prazo para "tentar" articular a sua defesa contra o merecidissimo impeachment que deve estourar na sua luzidia careca corrupta. Faço votos que o valoroso Povo de Brasilia não perca o gás atualmente mostrado na TV e continue a protestar diariamente pedindo a saida desta ratazana flagrada com a mão na lata de biscoitos. Infelizmente no Brasil a coisa sempre funcionou assim , se o SAFADO em questão conseguir ganhar tempo na midia e "segurar no peito" a onda , aumenta bastante as chances de sair impune da marmelada , não importa o tamanho , alias o melhor e fresquissimo exemplo disto é exatamente aquele bigodudo calhorda la do Maranhão que "se fingiu de morto" e conseguiu escapar da perda de comando do Senado, alguem ai tem ouvido menção novamente ao assunto???????? CLARO QUE NÃO!!!! , ele ganhou no cansaço exatamente como todos sempre fazem e esta RATAZANA careca tambem vai fazer.
Alias convem lembrar que a defesa dos nardonni deverá seguir pelo mesmo caminho solicitando ate a relação oficial dos presentes na ultima ceia...

Que merda! (se o Lula pode usar, todos podemos - ou não?)

Liberdade sim e Estado se e somente se for necessário (Delegado de Polícia Estadual)

Deveria haver segredo de justiça quanto à data deste julgamento. Afinal, muitos como eu não possuem mais o mínimo de paciência (sendo elegante, agora) para suportar as mudanças de canais sucessivas e ininterruptas que a cobertura de 4 meses (dois meses antes + dois meses depois do julgamento) que será feita pela chatíssima, monocórdia e cansativa imprensa brasileira sobre esses fatos. Credo.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 23/12/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.