Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Comando da advocacia

Ophir Cavalcante será presidente da OAB nacional

Por 

Ophir Cavalcante será o próximo presidente do Conselho Federal da OAB. Presidentes de 25 seccionais, reunidos em Brasília na segunda-feira (7/12), apoiaram a escolha do atual diretor tesoureiro do Conselho Federal para assumir o comando da entidade de 2010 a 2012. A eleição do novo presidente pelo colégio eleitoral formado pelos 81 conselheiros federais que representam as 27 seccionais estaduais, só acontece no dia 31 de janeiro. A posse está marcada para o dia seguinte.

Há um rodízio de regiões na presidência do Conselho Federal. O atual presidente, o sergipano Cezar Britto, representa o Nordeste e seu antecessor, o paranaense Roberto Buzatto, é da região Sul. O próximo presidente, pelo tradicional acordo da classe, tem de ser da região Norte. Conselheiro federal pelo Pará, Ophir Cavalcanti só não recebeu o apoio das seccionais de Minas Gerais.

Depois da presidência de Ophir, a direção do Conselho Federal ficará nas mãos de um representante da região Sudeste. Luiz Flávio Borges D’Urso, eleito pela terceira vez para comandar a OAB-SP, pretende ser o escolhido.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 9 de dezembro de 2009, 15h13

Comentários de leitores

5 comentários

Parabens ao Ophir

Dr. Felipe Reis (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

Parabens ao Dr. Ophir Cavalcante. Um advogado sensato e batalhador pela classe dos Advogados. Muito tecnocrata e coerente.
Valeu Ophir!!

Feliz escolha

Orlando Maluf (Advogado Sócio de Escritório)

Ophir vive e sente a Ordem há muitos anos, tendo sempre honrado o marcante trabalho de seu pai, que brilhou na presidencia da entidade.
Temos certeza de que conduzirá boa gestão e que, ao final de tres anos, será substituido por alguém tão digno e competente, que realmente demonstre estar à altura do honroso cargo.

Cavalcante e cavalgado.

Armando do Prado (Professor)

Ou v. é cavalcante ou é cavalgado. Deu a lógica do interesse esquisito.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 17/12/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.