Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Data Venia

Vem aí o festival de música dos advogados

Por 

Banda do escritório Peixoto e Cury - DivulgaçãoUnir os escritórios de advocacia em um ambiente descontraído é o que move o II Data Venia Music Fest, o único festival de música que só aceita advogados. Com inscrições abertas, a segunda edição já tem a primeira apresentação marcada para o dia 13 de setembro, no Na Mata Café, em São Paulo. A grande atração, no entanto, é aguardada no corpo de jurados, para o qual foi convidado o cantor Seu Jorge.

A ideia do festival nasceu entre três amigos, estudantes de Direito na Universidade de São Paulo, que nunca esconderam sua paixão pela música. Junto com códigos e processos, José Ricardo Bastos, hoje do Peixoto e Cury Advogados, e a dupla Fabio Cesnik e Fernando Quintino, do Cesnik, Quintino & Salinas, estavam sempre no palco dos eventos musicais promovidos na faculdade [na foto, apresentação da banda do Peixoto e Cury no festival de 2008].

“Mesmo depois da faculdade, sempre que a gente se cruzava, nós comentávamos que precisávamos tocar, fazer alguma coisa, até que o Cesnik, que atua na área cultural, comentou o assunto com um produtor”, conta Bastos. O Cesnik, Quintino & Salinas é especializado em cultura e propriedade intelectual. Entre seus clientes está o cantor e ex-ministro Gilberto Gil. O produtor era Lauro Parente, da Cultcorp, que viu no grupo de advogados potencial para um evento maior de música. Na conversa, eles se inspiraram na Liga Jurídica de Futebol, campeonato disputado por advogados há oito anos, que já conta até com patrocínio comercial.

“Como advogados, no primeiro dia em que se falou do assunto já decidimos como seriam as cláusulas do regulamento”, brinca Bastos. Na primeira edição, o requisito era que 75% dos integrantes da banda fossem advogados. A proposta era criar uma competição entre escritórios. Nesta edição, o projeto cresceu e se abriu para os departamentos jurídicos das empresas. Agora, a exigência é que 50% da banda sejam de advogados e que nenhum integrante seja músico profissional.

Em 2008, o Data Venia lotou a casa em todas as noites. Tanto organizadores como participantes perceberam que o evento é uma oportunidade de unir a categoria, em um momento informal. “Advogado tem tudo a ver com música e o festival é ferramenta de gestão para unir os escritórios. A relação entre os membros da banda evoluem e as pessoas se desnudam um pouco para se expressar por meio da música”, conta Bastos.

Segundo Lauro Parente, organizador do festival, a primeira edição teve oito bandas. Esse ano, a expectativa é que sejam entre 12 e 16 grupos. “É uma competição muito divertida porque o advogado tem um instinto competitivo nato, além de ser uma oportunidade fantástica de networking”, conta Parente. A preferência da categoria é pelo rock, mas também há grupos de jazz, blues e música nacional.

Para o advogado e baterista Renato Berger, do TozziniFreire & Associados, da banda Massimos, o evento no ano passado foi uma grande festa, principalmente, porque eles foram os vencedores. Para vencer, a banda apostou no rock clássico. Berger, que ficou sabendo do festival pelo amigo Fernando Quintino, um dos idealizadores, planeja participar novamente desta edição. “Pretendemos manter a posição. O desafio é conseguir data para agendar os ensaios da banda que foi formada há três anos”, diz.

As inscrições ainda estão abertas e há vaga para mais quatro bandas. Esta edição terá quatro eliminatórias nos dias 13, 20, 27 setembro e 4 de outubro, no Na Mata Café. A final está prevista para 18 de outubro. Há premiação para melhor músico, melhor performance e melhor repertório, com direito a troféu e brindes.


Serviço
II Data Venia – Music Festival
Local: Na Mata Café
Endereço: Rua da Mata, 70, Itaim Bibi, São Paulo, SP
Data: eliminiatórias em 13, 20 e 27 de setembro e 4 de outubro
Informações e inscrições: (11) 3817-8700
Taxa de inscrição para bandas: R$ 500
Ingresso (compra antecipada): R$ 25


 

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 30 de agosto de 2009, 7h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/09/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.