Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acusação de golpe

TJ do Rio mantém liberdade de turistas inglesas

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro confirmou a liminar condida às turistas inglesas acusadas de tentar aplicar o golpe do seguro. Concedida em 31 de julho, a liminar assegura a permanência em liberdade de Shanti Simone Andrews e Rebecca Claire enquanto não ocorrer o trânsito em julgado.

A decisão mantém ainda a proibição de as turistas deixarem o país, assim como a  retenção dos seus passaportes. Em seu voto, o relator do Habeas Corpus, desembargador Geraldo Prado, afirmou que “o crime não foi cometido mediante grave violência à pessoa e, normalmente, não é crime punível com pena privativa de liberdade”. 

Nesta quarta-feira (19/8), o juiz Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau, titular da 27ª Vara Criminal do Rio, condenou as turistas a um ano e quatro meses de reclusão pelos crimes de falsidade ideológica e tentativa de estelionato e um mês de detenção pelo delito de falsa comunicação de crime. A totalidade da pena privativa de liberdade de um ano e cinco meses foi substituída por duas penas restritivas de direito com a prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas.

As inglesas, formadas em Direito, foram acusadas de tentar aplicar o golpe do seguro. O Ministério Público denunciou as duas depois que elas procuraram a Delegacia de Atendimento ao Turista para registrar uma queixa. As turistas preencherem um comunicado de furto para a confecção do registro de ocorrência. Relataram que objetos, como dois celulares, uma câmera fotográfica de R$ 300 e US$ 50 em espécie foram furtados.

De acordo com o MP, os policiais desconfiaram das duas e foram até o albergue onde elas estavam hospedadas. Junto com um funcionário do local, localizaram os objetos descritos. O MP afirmou que as inglesas “inseriram informação falsa em documento público sobre fato juridicamente relevante”. (Clique aqui para ler mais). Com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Rio.

Revista Consultor Jurídico, 20 de agosto de 2009, 16h58

Comentários de leitores

1 comentário

lembram dos Pilotos do Legacy que bateu no GOL????

hammer eduardo (Consultor)

Ate aqui tudo bem , vamos apenas esperar que não sejamos novamente humilhados e nossa caquetica Justiça desmoralizada mais uma vez atraves de "pressãoes insuportaveis" por parte do governo da Rainha.
Lembremos que no caso do homicidio nojento do Brasileiro Jean Charles , cozinharam o frango sem pressa e terminou dando uma bela pizza britanica regada a cerveja Guiness para aquele porcos com roupa de "puiça" que mataram o Jean Charles de maneira covarde, E FICOU TUDO POR ISSO MESMO , afinal o des-governo do 9 dedos acha tudo isso "coisa de menor importancia" , afinal o que interessa é sempre ficar bem na foto com os podereosos para que possamos continuar vendendo badulaques variados e chamando todos de BUANA.
Outro caso igualmente NOJENTO foi o dos pilotos do Legacy americano que bateram no avião da GOL matando todo mundo. Como sempre montaram o usual "circo" do mata e esfola , não cederemos etc etc etc , logo em seguida foram trazidos para o Rio de Janeiro e ficaram um mes inteiro num belissimo hotel de frente para o mar ate que tocou o telefone daquele abestado do bush para o abestado local de 9 dedos , logo em seguida numa daquelas operações sempre na calada da noite , Lepore e Paladino se escafederam do Brasil certamente PARA NUNCA MAIS PASSAR NEM PERTO , isto apesar de terem assinado um "termo de compromisso". Certamente para eles , "na pratica" este termo de compromisso equivale a certos rolos de papel padronizados em 40 metros que compramos regularmente nos supermercados da vida. Não me surpreenderei se em pouquissimo tempo essas picaretas inglesas tomarem um "doril" com as bençãs da repartiçao do serginho amorim.

Comentários encerrados em 28/08/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.