Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novas regras

CNJ aprova teto de R$ 614 de diária para juízes

O Conselho Nacional de Justiça aprovou nesta terça-feira (28/04) a resolução que vai disciplinar a concessão e pagamento de diárias no Poder Judiciário. O texto traz ainda detalhes sobre viagens ao território nacional e internacional, tipos de descontos, períodos de afastamento e restituições. Os tribunais têm 90 dias para se adaptarem às novas normas.

De acordo com o ministro João Orestes Dalazen, a resolução fixa um teto único para o pagamento das diárias aos magistrados, que é o mesmo valor pago aos ministros do Supremo Tribunal Federal – atualmente de R$ 614. Para os servidores, o limite é de 60% do valor do teto.  Segundo o ministro, o texto foi aprovado para estabelecer critérios mais rigorosos na concessão das diárias e dar ampla publicidade na divulgação dessas informações.

Segundo João Oreste Dalazen, o texto final incorporou a maioria das 45 sugestões recebidas durante o período de consulta pública, realizada pelo CNJ, entre os dias 2 e 13 deste mês.

“O que se busca é a maior transparência, a maior publicidade. Tanto que se exigirá a publicação do ato de concessão das diárias no Diário Oficial explicitando nome do beneficiário, juiz ou servidor, o motivo do deslocamento, o período e mais a comprovação de que houve o deslocamento”, explicou Dalazen. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 28 de abril de 2009, 21h27

Comentários de leitores

4 comentários

Cumprimento da Lei referente à Data Base

Sabrina (Advogado Autônomo - Civil)

Será que o CNJ não poderia interceder também pelos funcionários da Justiça Estadual, no tocante ao cumprimento da Lei da Data Base prevista na CF?

R$ 614,00 !?!? Por dia !?!?

Reynaldo Farah Junior (Consultor)

R$ 614,00 de diária ?? Isso é um acinte contra o povo deste país ! Brasília envergonha os brasileiros !

Só???

Zerlottini (Outros)

Coitadinhos! Apenas 1,5 salários mínimos por dia? Esse pessoal vai acabar passando fome, né não? Afinal de contas, R$645/dia mal dá pro caviar e pro Moët-Chandon... Veuve Cliquot, nem pensar...
Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 06/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.