Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Atestado falso

PF prende suspeitos de fraudar Previdência no RJ

A Justiça Federal de Nova Friburgo (RJ) expediu mandados de prisão e de busca e apreensão contra suspeitos de causar um prejuízo de cerca de R$ 500 mil reais à Previdência Social. A Operação Matuto foi deflagrada, nesta segunda-feira (27/4), pela Polícia Federal no Rio de Janeiro.

De acordo com a PF, as investigações “apontaram fraudes em ações judiciais relativas a requerimentos de auxílio-doença”. O esquema, afirma a PF, consistia “no aliciamento de pessoas, de preferência trabalhadores rurais, que eram orientadas a utilizar atestados médicos de incapacidade laboral fornecidos pelo mentor e seus colaboradores, e requerer na Justiça o recebimento de auxílio-doença. Perícias nos atestados utilizados concluíram pela inexistência das doenças alegadas ou que estas eram preexistentes à qualidade de segurado dos requerentes”.

O nome da operação, explica a Polícia, foi dado como menção “aos clientes da quadrilha, em sua maioria trabalhadores rurais dos municípios de Sumidouro, Teresópolis e Nova Friburgo” conhecidos como “matutos”.

A Polícia afirma que os acusados atuavam há pelo menos três anos. Os presos, dentre eles um servidor público, devem responder pelos crimes de estelionato qualificado e formação de quadrilha, com penas entre dois e oito anos de prisão, além da perda do cargo público. Com informações da Assessoria de Imprensa da Polícia Federal.

Revista Consultor Jurídico, 27 de abril de 2009, 15h18

Comentários de leitores

1 comentário

OPERAÇÃO MATUTO?

olhovivo (Outros)

A PF ainda não atentou para a falta de senso de ridículo desses batismos?

Comentários encerrados em 05/05/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.