Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Livros fiscais

PF faz busca e apreensão no Opportunity no Rio

A Polícia Federal informou que estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão na sede do Grupo Oportunity, no Rio de Janeiro. Segundo a PF, o objetivo é a apreensão de livros fiscais de registro obrigatório da contabilidade das empresas.

Nesta quarta-feira (8/4), o delegado Protógenes Queiroz, em depoimento à CPI das Escutas Telefônicas, repetiu diversas vezes a informação, que soube por colegas. Segundo a PF, os mandados foram expedidos pela 6ª Vara Federal de São Paulo, após parecer favorável do Ministério Público Federal.

A PF também afirma que a apreensão dos documentos no grupo se tornou necessária depois de surgirem indícios de crimes nas transferências de recursos entre as empresas do Grupo, por meio de contratos de mútuo e AFACs (Adiantamento de Futuro Aumento de Capital). Ainda segundo a PF, os livros fiscais solicitados foram negados pela direção das empresas ligadas ao Opportunity. A empresa, segundo a PF, alegou que a Polícia já possuía os documentos em meio eletrônico.

Já o delegado Protógenes afirmou na CPI que a busca e apreensão pela PF é para “aprofundar e detalhar o esquema criminoso patrocinado por esse banqueiro Daniel Dantas já condenado".

É a segunda vez que o delegado é convocado a depor. Segundo os parlamentares, a justificativa é a de que o delegado mentiu quando disse que a participação da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) na Operação Satiagraha foi informal e restrita a poucos agentes.

*Notícia alterada às 17h, em 8 de abril de 2009, para acréscimo de informações.

Revista Consultor Jurídico, 8 de abril de 2009, 15h34

Comentários de leitores

5 comentários

Só levando para o lado de se divertir...

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Se há uma coisa que tenho é respeito pelo CONJUR, mas vendo as notícias de hoje, não dá para não pensar num Jornal Eletrônico e Blog do Paraná que vem pegando em coisas bastante palpáveis de serem investigadas... Eu cá me pergunto, se há tanta dificuldades em investigar se notas fiscais são verdadeiras ou frias, como vão querer investigar as contas de Daniel Dantas? "É hora do show!!!!". Até a banha terminar de derreter e começarem algumas frituras...
www.editorialnews.com.br
"DEPUTADO ARNALDO JARDIM (PPS-SP) CONVOCA COLEGAS PARLAMENTARES PARA UM JANTAR EM SUA CASA, ONDE DEBATERIAM AS BARBARIDADES QUE OCORREM NO PARLAMENTO, COM A VERBA INDENIZATÓRIA, VERBA DE GABINETE, VERBA DE CAMISINHA, VERBA DE PASSAGENS, VERBA DE “VASELINA E VIBRADOR”, E AGORA VERBA DE EMPREGADA DOMÉSTICA! O QUE O DEPUTADO NÃO SABIA É QUE A IMPRENSA DESCOBRIRIA QUE A SUA EMPREGADA DOMESTICA, A QUE LAVA, PASSA, LIMPA, COZINHA E MUITO MAIS, RECEBE O SALÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, POSSIVELMENTE DO GABINETE, OU DA INDENIZATÓRIA! ESSE É UM ROUBO QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PARECE TER MEDO DE “ENCARAR”!"
(Cadê o grito de avante????)
A Mesa Diretora da Câmara decidiu não restringir a utilização dos bilhetes por familiares dos deputados. Mas decidiu impor regras mais rígidas para o controle da emissão de passagens aéreas utilizadas pelos parlamentares. Cada parlamentar terá que designar um único servidor responsável pela emissão de suas passagens aéreas.
E isso com o CONJUR?
http://www.conjur.com.br/2009-mar-26/senadores-terao-explicar-mpf-usam-cotas-passagens
O MPF encara????

O DD é inocente, até a prescrição se consumar

Victor (Estudante de Direito - Criminal)

Em uma democracia séria esse delegado já estava preso e longe do cargo, de preferência sem contraditório e ampla defesa. Onde já se viu afrontar um sujeito tão gente boa como Daniel Valente Dantas..

CARDUME DE PIRANHAS PALACIANAS ATACA

Luiz P. Carlos (((ô''ô))) (Comerciante)

Estão fazendo a CPI do ESCONDIDINHO, isso ta muito, muito pior que a ditadura militar. O PODRE PODER JUDICIARIO, sempre foi falso, hipocrita e COVARDE, que alimenta essas decisões escamoteadoras da verdade, deixando o depoente nas mãos dessas PIRANHAS PALACIANAS.
*
O Brasil de 1964, conheceu a democracia critico-literaria ligada aos palacianos deste Podre Poder, confraria orquestrada por ADOLPHO BLOCK de forte reminicencia na defesa dos interesses economicos deste povo mundialmente conhecido pela ganancia capitalista, atualmente tendo como escudeiro desta o Ilustre conego Itagiba.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 16/04/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.