Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Troca de gestão

Paulo Espírito Santo é o novo presidente do TRF-2

O novo presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, desembargador Paulo Espírito Santo, tomou posse, na quinta-feira (2/4), defendendo um Judiciário forte. Ele ficará a frente do TRF-2 no biênio 2009/2011, no lugar do desembargador Castro Aguiar. Também foi empossado o novo corregedor, desembargador Sérgio Schwaitzer, que substitui o desembargador Sérgio Feltrin.

"A medida da democracia é a medida da Justiça. O país que não tem um sistema Judiciário forte, uma atividade jurisdicional intensa, é infeliz, porque não goza de uma democracia plena", disse Paulo Espírito Santo. E promete: “não pactuarei com o errado, com omissões perniciosas, com injustiças".

Para alcançar a efetividade do Judiciário, o desembargador sabe que os processos têm de ser concluídos mais rapidamente. A celeridade, entende, ainda não foi alcançada "não por culpa dos juízes, que lidam com um volume de processos humanamente impossível de dar conta". Segundo o novo presidente do TRF-2, a solução é continuar a investir em mutirões de conciliação e na aproximação entre a Justiça Federal e a Estadual, Eleitoral, do Trabalho, Militar. Assim como na gestão de Castro Aguiar, Paulo Espírito Santo também dará destaque na informatização.

A posse contou com a presença do advogado Régis Fichtner, chefe da Casa Civil do Governo do estado do Rio, do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Jorge Picciani, do presidente do Tribunal de Justiça fluminense, desembargador Luiz Zveiter, e dos conselheiros Técio Lins e Silva e Jorge Maurique, do Conselho de Nacional de Justiça.

O desembargador Castro Aguiar fez um balanço de sua gestão. “No ano de 2008, tivemos 68.405 julgados, número que supera, em muito, o de distribuídos. A atuação da Corte em 2008 representa um aumento de 7,2 por cento no total de julgamentos, em relação ao ano anterior”, afirmou o desembargador. Segundo Castro Aguiar, o tribunal vai disponibilizar, em breve, em sua página na internet, o portal de estatísticas judiciais e o painel de metas do TRF-2. Para ele, isso demonstra “os nossos esforços pela transparência institucional e a nossa postura firme em busca da efetiva prestação jurisdicional”. Com informações da Assessoria de Imprensa do TRF-2.

Revista Consultor Jurídico, 3 de abril de 2009, 16h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/04/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.