Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dupla comemoração

Diretoria da Associação dos Defensores toma posse

A nova diretoria da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep) tomou posse na terça-feira (31/3), em Brasília. O novo presidente é o defensor público do estado do Rio de Janeiro André Castro. Na solenidade de posse, foi comemorada a aprovação, por unanimidade, pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados do Projeto de Lei Complementar 28/07, que institucionaliza as Defensorias Públicas da União, dos estados e do Distrito Federal, alterando dispositivos da Lei Complementar 80/94 (Lei Orgânica da Defensoria Pública).

Para o deputado federal Mauro Benevides (PMDB-CE), a aprovação da proposta soou como um brinde à nova diretoria. Ao destacar a importância do trabalho desenvolvido pelos defensores públicos, reafirmou seu compromisso com a instituição na luta pela aprovação da PEC número 487/05, que equipara a Defensoria Pública da União e também suas representações estaduais ao Ministério Público.

De autoria do ex-deputado Roberto Freire, a PEC dá à Defensoria Pública um tratamento institucional que permite condições plenas para atender, com maior eficácia, a população que não tem condições financeiras de pagar um advogado.

Também presente na solenidade, o ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio afirmou que as melhorias necessárias para as Defensorias Públicas vão além de investimentos financeiros. “Precisamos de uma mudança de mentalidade. Temos que perceber que os defensores públicos são advogados do Estado colocados à disposição da sociedade e que portanto, eles devem, em termos de carreira, agir com estrutura.” Além disso, enfatizou a necessidade da Defensoria se equiparar ao Ministério Público.

Ao assumir o comando da Anadep, André Castro dedicou sua gestão aos usuários da Defensoria Pública. Destacou também a necessidade de desenvolver um trabalho comprometido com a efetivação plena da cidadania. Com informações da Assessoria de Imprensa da Anadep.

Revista Consultor Jurídico, 1 de abril de 2009, 19h44

Comentários de leitores

2 comentários

Chora AL....

Defensor Federal (Defensor Público Federal)

O que tem de comentarista frustrado não é brincadeira.
O que tem de comentarista que está perdendo espaço ($$$) diante da eminente decretação da inconstitucionalidade do "convênio" com a OAB não é brincadeira ...
Normalmente são aqueles advogados que não encontram lugar no mercado de trabalho e tem que se valer de tais expedientes para ganhar a vida.
Chora ... Chora ... Chora ... Só resta chorar e destilar suas frustrações neste espaço.

como é bom usar os pobres !!

analucia (Bacharel - Família)

como é bom usar os pobres para manter mordomias de uma categoria que se acha superior !! Engraçado na cerimônia não tinha os pobres e foi feita em lugar de luxo e não nas favelas.
O tempo irã mostrar este absurdo !

Comentários encerrados em 09/04/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.