Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Castelo de Areia

CCJ do Senado quer ouvir Tarso Genro e diretor da PF

O líder do governo no Senado, Romero Jucá, se antecipou à oposição e apresentou nesta quarta-feira (1º/4) requerimento na Comissão de Constituição e Justiça para que o ministro da Justiça, Tarso Genro, e o diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Corrêa sejam convidados a comparecer à comissão. Eles devem dar explicações sobre a Operação Castelo de Areia deflagrada na semana passada pela Polícia Federal.

O requerimento foi aprovado pelos integrantes da comissão e, agora, aguarda resposta do ministro e do diretor da PF (eles não são obrigados a comparecer). Caso aceitem o convite, a dupla deve ser ouvida no dia 15 de abril.

“Existem vários questionamentos de senadores e da própria sociedade que precisam ser esclarecidos. Eu conversei com o ministro Tarso Genro e ele está a disposição para prestar todos os esclarecimentos, como sempre esteve”, disse Jucá, ao fim da sessão da CCJ.

Nesta terça-feira (31/3), o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio havia apresentado o mesmo requerimento no plenário da Casa. Ao longo da semana, a oposição acusava a Polícia Federal de ter divulgado dados sobre doações da empreiteira Camargo Corrêa a partidos políticos de oposição, deixando de fora as doações feitas a partidos da base aliada.

Virgílio lembrou, inclusive, que as doações da Camargo Corrêa aos senadores Agripino Maia (DEM-RN) e Flexa Ribeiro (PSDB-PA) foram divulgadas pela PF e depois explicadas pelos parlamentares como doações legais.

O líder do PSDB colocou em dúvida os motivos que levaram a PF a excluir do relatório encaminhado ao Ministério Público doações para campanhas políticas feitas pela empreiteira ao PT, PTB e PV. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 1 de abril de 2009, 18h40

Comentários de leitores

1 comentário

didi , dedé , mussum e zacarias........de novo!

hammer eduardo (Consultor)

Que me perdoem os verdadeiro Trapalhões mas realmente a "tchurma" substituta esta dificil de engolir. Esta "convocação" do comissario tarso genro , notorio "exportador" de boxeadores cubanos e mais o chefão da federal certamente vai dar pano para mangas.O que pega é o fato de que o des-governo do nescio 9 dedos ja tendo plotado possibilidade de desgaste , acionou os "serviços especializados" daquela turminha repugnante capitaneada pelo LACAIO numero 1 do governo lula que é o romero juca ( alias, que nominho hein? provavelmente a data é anterior a tal lei que proibiu nomes esdruxulos , alias bota esdruxulo nisso!)Como sempre teremos o trapalhão ja citado devidamente auxiliado pela enrolada e derrotada ideli salvatti e mais aquele gordo de minas com aspecto de sujeira permanente, que beleza os representantes do povo não? A tal "sessão" certamente será um festival de puxa-saquismo do nivel mais asqueroso imaginavel , tudo devidamente auxiliado por perguntas que levam horas para serem formuladas devido a babação de ovo explicita nas iniciais , de qualquer maneira a ideia fica mantida pois NÃO existe interesse em se esclarecer nada , apenas passar o tempo de forma "protocolar" e enrolar a escumalha burra e faminta que se prostitui por uma bolsa-qualquer-coisa dessas ai. Neste ritmo não fica dificil adivinhar o "porque" do Brasil sil sil estar na lamentavel situação atual , simplesmente não existe tempo para se abordar as coisas realmente importantes pois as RATAZANAS eleitas pelo voto popular não passam na realidade de despachantes de ALTISSIMO LUXO que apenas encarecem as obras publicas com as gigantescas comissões que exigem na forma de pedagio para se andar tudo naquela imundicie chamada de Brasilia. Pelo marchar da carruagem , estamos FU....

Comentários encerrados em 09/04/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.