Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Judiciário na TV

Questão de Justiça entrevista presidente da Apamagis

O desembargador Henrique Nelson Calandra, presidente da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), é o convidado do programa Questão de Justiça, exibido pela Rede Brasil de Televisão, que irá ao ar neste domingo (28/9) às 23h45.

Calandra falará sobre eleições municipais, intervenção das forças armadas no processo eleitoral e sobre a greve da Policia Civil em São Paulo. O programa contará também com a participação do delegado Luiz Carlos Magno, do Departamento de Investigações sobre Narcóticos. Ele falará sobre o aumento no número de dependentes de drogas.

O programa Questão de Justiça é apresentado por Walter Ciglioni e Cecílio Pires. A produção é da Ciglioni Comunicações.

O trajeto de Henrique Nelson Calandra

Natural de Itaquaquecetuba-SP, onde nasceu a 16 de julho de 1945, formou-se em Direito pela PUC-SP em 1974. Trocou a carreira bem-sucedida de advogado para ingressar na Magistratura em 1981, como juiz substituto em Pirassununga.

Integrou os três Tribunais de Alçada, hoje extintos: o I Tribunal de Alçada Cível (I TAC), o II Tribunal de Alçada Cível (II TAC) e o Tribunal de Alçada Criminal (Tacrim). Com a unificação dos tribunais, foi promovido, em 2005, ao cargo de Desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo. Atua na 2ª Câmara de Direito Público.

Respondeu pela vice-presidência da União Internacional dos Magistrados (UIM) por quatro anos, de 1994 a 1997. Pela mesma entidade, foi nomeado patrono de honra e membro fundador da Fundação Justiça para o Mundo.

Na Federação Latino Americana de Magistrados, Calandra também teve vigorosa atuação, ocupando a Secretaria-Geral, no biênio 1992/1993, e a Vice-Presidência da entidade, em 2000.

Há 10 anos, o presidente da Apamagis coordena o programa Linha Direta com a Justiça, veiculado pela Rádio Bandeirantes (AM 840/FM 90,0), às sextas-feiras, a partir das 14 horas. É autor de diversos trabalhos jurídicos e especialista em Direito Empresarial, tendo atuado também no Direito de Família.

Revista Consultor Jurídico, 28 de setembro de 2008, 0h00

Comentários de leitores

1 comentário

O Judiciário precisa de controle social efetivo...

analucia (Bacharel - Família)

O Judiciário precisa de controle social efetivo, sob pena de ditadura judicial.

Comentários encerrados em 06/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.