Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luto na magistratura

Morre o juiz Marcus Pina Mugnaini, presidente do TRT catarinense

O juiz Marcus Pina Mugnaini, presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região (Santa Catarina), morreu na manhã desta quarta-feira (24/9) em Florianópolis. Aos 59 anos, Muganaini foi vítima de infarto fulminante quando estava em sua casa.

O corpo de Mugnaini será sepultado às 16h de quinta-feira (25/9) em Itajaí (SC), no Cemitério Parque Crisântemos. O velório acontece, nesta quarta, no saguão do TRT catarinense. A direção do tribunal suspendeu os prazos processuais na 12ª Região do Trabalho até sexta-feira (26/9). A exceção fica para as audiências que, a critério dos juízes, sejam consideradas inadiáveis, informa a vice-presidente do TRT, Maria do Céo de Avelar.

Mugnaini deixa quatro filhos — Liliane, Luciana, Marcus Vinícius e Paulo Henrique. Natural de Curitiba, o juiz entrou na magistratura do trabalho em 1980. Antes, foi fiscal do trabalho. Como juiz substituto, atuou em Cricíúma, Caçador, Florianópolis e Tubarão. Em 1982, foi promovido a juiz titular na então Junta de Conciliação e Julgamento de Criciúma.

Em 1989, assumiu a titularidade da 2ª Vara do Trabalho de Itajaí, onde permaneceu por nove anos até sua promoção para juiz de segunda instância, em outubro de 1998. Atuou em 2003 no Tribunal Superior do Trabalho como juiz convocado. Foi corregedor do Trabalho entre 2002 e 2003.

Marcus Pina Mugnaini era formado em Letras na PUC-PR (1970) e Direito na Universidade Federal do Paraná (1974). Além de juiz, foi professor da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), onde lecionou Direito do Trabalho e Processo do Trabalho.

Revista Consultor Jurídico, 24 de setembro de 2008, 17h36

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/10/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.