Consultor Jurídico

Artigos

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Presidente negro

Monteiro Lobato pode ter previsto eleição de Obama há 82 anos

Por 

Depois de 87 presidentes brancos surgia o primeiro negro, eleito por 54 milhões de votos. Monteiro Lobato em O Presidente Negro

Corria o ano de 1926 quando o atemporal Monteiro Lobato escreve esta obra incrível em que conta o romance de Ayrton um vendedor, e Jane, filha de tal professor Benson, que diziam era um homem que sabia aplicar seus rendimentos, pois sempre comprava ações em baixa e vendia em alta, não errava nunca.

Há bons anos já havia lido a obra, mas diante do momento atual decidi por reler o único romance escrito para adultos pelo conhecido autor de estórias infantis, com o título de O Presidente Negro, posto que vivemos, ou melhor, vivem os Estados Unidos uma época semelhante à imaginada pelo taubateano.

Na atualidade o que sabemos pela imprensa internacional é que o senador Barack Obama, da raça negra, venceu a senadora Hillary Clinton, e por isso vai para as eleições disputar a Presidência da República com o senador McCain, que para muitos representa o continuísmo do governo George W. Bush, diante de suas manifestações favoráveis ao atual governo.

No pensamento de Lobato vivia-se no ano de 2228, em que as eleições eram um tanto diferente. Os eleitores votavam de suas casas por meio de radio transmissor, e o resultado aparecia em poucos minutos na fachada do Capitólio em Washington.

“O que se viu foi o nome de Jim Roy. Depois de 87 presidentes brancos surgia o primeiro negro eleito por 54 milhões de votos.”

Jim Roy era James Roy Wilde, negro da raça pura, nascido em Sonora aos 23 de abril de 2188, portanto, na casa dos 40 anos, doutor em Ciências de Governo pela Escola Técnica de Direção Social, despigmentado em 2201 e omegado vinte dias depois da vitória nas urnas.

Na ficção Jim Roy, concorreu com Miss Astor que era do Partido das Mulheres e teve 53,5 milhões de votos e Kerlog, do Partido dos Homens, candidato a reeleição que obteve 5 milhões de votos.

Na situação real temos o negro Barack Obama, candidato dos Democratas, que venceu a mulher Hillary Clinton e temos, agora, o negro disputando com o representante do continuísmo, senador Mccain, que representa os Republicanos.

Evidente que a ficção e a realidade não apresentam perfeita igualdade, mas não se pode deixar de concluir que Monteiro Lobato predeterminou o que aconteceria no futuro. Aliás, na obra há a afirmação de que o futuro é predeterminado.

Outro detalhe interessante é que na obra, Jim Roy, que não seria candidato, tinha um acordo, rompido na véspera da eleição, com Miss Evelyn Astor e sua equipe, que era articulada por Miss Elvin com o fim de derrotar Kerlog.

Miss Elvin que articulava o partido das mulheres era autora de Simbiose Desmascarada, um livro em que a idéia central era que a mulher não constituía a fêmea natural do homem e que esta fêmea natural havia sido extinta.

Hoje vemos um acordo entre Barack e Hillary com o fim de derrotar McCain ou Bush, e para isto atacam todas as idéias ortodoxas que se mantém nos problemas atuais.

Os momentos dos acordos são diferentes, mas o que é certo, é que os dois acordos têm o mesmo fim, qual seja, eleger uma nova proposta para os Estados Unidos, oriunda da raça negra com apoio do sexo feminino.

A obra do visionário tem muitos outros lances interessantes, mas o que importa para este momento é somente o que trata da eleição norte-americana.

Só convém deixar explicado que esta situação da eleição em 2228 não foi vivenciada, porque na verdade os personagens estavam em 1926 no Estado do Rio de Janeiro, mas o tal de professor Benson tratou de inventar um aparelho, chamado de porviroscópio, que fazendo um corte anatômico no futuro, possibilitava enxergar os fatos, que segundo a obra, são predeterminados.

Após sua morte, a filha chamada de Miss Jane contou sobre as experiências ao senhor Ayrton, o simples vendedor que teve a sorte de cair no castelo do professor, após um acidente com seu primeiro e único Ford, e a partir de então passou a conhecer o mundo do pensamento, descobrindo que a vida é muito mais interessante quando se ocupa com as idéias do que somente com a aparência.

O livro é extremamente atual e não é certo trazer outras de suas idéias, a fim de que o leitor possa ler, descobrir e pensar. Se Monteiro Lobato estiver certo o primeiro presidente negro dos Estados Unidos será Barack Obama, não no ano de 2228, mas no ano de 2008.

Não será o 88º Presidente, mas sim o 44º, após 55 mandatos. Vamos aguardar!

 é juiz da Câmara Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Revista Consultor Jurídico, 25 de julho de 2008, 0h00

Comentários de leitores

4 comentários

Para os gregos, os poetas anteviam a verdade e ...

José Inácio de Freitas Filho. Advogado. OAB-CE 13.376. (Advogado Autônomo)

Para os gregos, os poetas anteviam a verdade e mesmo antes dos filósofos. Creio que o caso de M. Lobato pode ser incluído no rol das exemplificações desta premissa dos antigos. _____________________ José INÁCIO de FREITAS Filho Advogado [OAB/CE 13.376]

Querer homenagear a memória de um irmão pode se...

Comentarista (Outros)

Querer homenagear a memória de um irmão pode ser até compreensível... Mas "viajar na maionese" deveria ter limites, né? Data vênia, é claro! Hehehe...

Excelente artigo. Parabéns.

Zé Carioca ()

Excelente artigo. Parabéns.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.