Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sigilo violado

Jornalista é condenado por revelar identidade de testemunha

O jornalista Baton Haxhiu, de Kosovo, foi multado em € 7 mil por publicar a identidade de uma testemunha protegida. O caso era referente ao processo contra o ex-primeiro-ministro kosovar Ramush Haradinaj e outros dois colaboradores, acusados de crimes de guerra e contra a humanidade por assassinatos e abusos contra sérvios e kosovares em 1998. As informações são da EFE

O Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia entendeu que "a conduta do acusado colocou em risco a segurança da testemunha e de sua família e, por sua vez, minou a efetividade das medidas protetoras ditadas pelo Tribunal".

Haxhiu, que era diretor de um jornal em 2007, se declarou inocente das acusações. Ele poderia pegar uma pena máxima de sete anos de prisão e € 15 mil de multa. O jornalista é o terceiro acusado de desacato no processo contra Haradinaj e seus colaboradores. Os outros dois teriam persuadido uma testemunha protegida a não depor contra os réus no julgamento.

Revista Consultor Jurídico, 25 de julho de 2008, 12h12

Comentários de leitores

2 comentários

Eu também! Hahahahaha...

Comentarista (Outros)

Eu também! Hahahahaha...

Levei um susto, pensando que fosse no Brasil.

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Levei um susto, pensando que fosse no Brasil.

Comentários encerrados em 02/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.