Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Imagem com tarja

Mendigo deve receber R$ 20 mil por uso de sua foto em campanha

O morador de rua Sebastião de Jesus deve receber R$ 20 mil de indenização por danos morais porque sua imagem foi usada sem autorização em uma campanha eleitoral. A decisão é da 2ª Câmara de Direito Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Os candidatos à Prefeitura de Lajes, em 2000, João Raimundo Colombo e Renato Nunes, usaram a imagem de Jesus em um folheto de campanha. Os dois foram eleitos.

Jesus é uma pessoa conhecida na cidade. Ele tem uma doença que o faz andar curvado. Na propaganda, a imagem do morador de rua é estampada com uma tarja preta sobre o seu rosto. Abaixo está escrito Desalento, Desânimo, Desleixo, Desrespeito: Você vai deixar que Lages continue assim?.

As fotos em que Jesus aparece pedindo esmola foram feitas e publicadas por um jornal da cidade. Elas serviram para ilustrar reportagem sobre o aumento de mendigos na região de Lajes.

Na primeira instância, o pedido não foi aceito, sendo reformado no TJ. “A idéia, em si, não pode ser taxada de negativa por mostrar uma situação existente, mas as conseqüências, sim”, afirma o desembargador substituto Jaime Vicari.

Para o desembargador, o uso sem autorização da foto de Jesus para retratar situação degradante ofende o direito de imagem.

A ação do mendigo foi ajuizada na comarca de Lages, em setembro de 2000. Ela chegou ao TJ em julho de 2002. O relator recebeu o processo apenas em dezembro de 2007.

Apelação Cível 2002.021.552-5

Revista Consultor Jurídico, 24 de julho de 2008, 17h37

Comentários de leitores

4 comentários

Parabéns a Justiça de Santa Catarina !

RBS (Advogado Autônomo)

Parabéns a Justiça de Santa Catarina !

Pois é, mas o coitado tem de passar pelo crivo ...

Então tá! (Advogado Autônomo)

Pois é, mas o coitado tem de passar pelo crivo do STJ. Naquele tribunal vinte mil reais é reparação temerária.

Só espero que o pobre coitado tenha alguma orie...

Vitor M. (Advogado Associado a Escritório)

Só espero que o pobre coitado tenha alguma orientação em relação ao que fazer com o dinheiro. Pelo que li nas notícias ele tem problemas mentais, ou seja, pode ser que esse dinheiro todo acabe na mão de aproveitadores ou morra na conta de um boteco qualquer.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 01/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.