Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Guardião da ética

Pertence é o novo presidente da Comissão de Ética Pública

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Sepúlveda Pertence é o novo presidente da Comissão de Ética Pública do governo Lula. Ele entra no lugar do economista e ex-ministro da Fazenda Marcílio Marques Moreira, nomeado para a Comissão em 2002. A informação é do blog do Noblat.

Pertence, que se aposentou em agosto do ano passado, já participava da comissão desde dezembro. A comissão tem sete vagas, mas só cinco delas estão preenchidas. A escolha do ex-ministro foi feita em uma votação informal antes do carnaval. Na reunião marcada para a próxima segunda-feira (3/3), a Comissão fará a escolha oficial do ex-ministro para presidente.

Segundo o blog do Noblat, Marques Moreira deve sair da comissão. Ele está contrariado porque o presidente Lula não tomou nenhuma decisão sobre Carlos Lupi, que é ministro do Trabalho e presidente do PDT. Parecer da comissão diz que Lupi não pode ficar nos dois cargos e recomendou que ele escolha um.

Criada em 1999, a comissão tem o trabalho de zelar pelo cumprimento do Código de Conduta da Alta Administração Federal e orientar os altos funcionários do governo para que atuem dentro da norma. Ela é vinculada à Casa Civil da Presidência.

Revista Consultor Jurídico, 25 de fevereiro de 2008, 21h24

Comentários de leitores

7 comentários

Eis aí um eminente homem público, talhado para ...

Luís da Velosa (Bacharel)

Eis aí um eminente homem público, talhado para o cargo de presidente da Comissão de Ética Pública do governo. Tomara que deixem o jurista trabalhar, cumprir, mais uma vez, com o seu dever. Agora, convenhamos, é tarefa para elefante!

Desejo, com extrema sinceridade, que o eminent...

Xavier da Silveira Lucci (Servidor)

Desejo, com extrema sinceridade, que o eminente jurista Sepúlveda Pertence consiga a façanha de se fazer ouvir (a Comissão), por esse governo que não está preocupado com ética e moral na condução da coisa pública, haja vista, a última barbárie dos cartões corporativos, sem contar todos os demais escândalos havidos nestes tempos...Boa sorte ao Ministro! Edson Xavier da Silveira Lucci

Se Sepúlveda Pertende não condicionar a sua ace...

A.G. Moreira (Consultor)

Se Sepúlveda Pertende não condicionar a sua aceitação do cargo ao cumprimento da determinação do ministro anterior, com a imediata saída do Ministro , ele não será digno do cargo ! ! !

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 04/03/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.