Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Descobertas secretas

PF investiga furto de informações sigilosas da Petrobras

A Petrobras divulgou nesta quinta-feira (14/2) nota oficial em que confirma o furto de equipamentos e materiais que continham dados sigilosos sobre a descoberta de novas reservas de petróleo e gás natural. A Polícia Federal está comandando as investigações. Segundo a estatal, as informações furtadas são relevantes, de interesse nacional. As informações da Agência Estado.

Segundo a delegada em Macaé, Carla Dolinski, a PF confirmou que quatro notebooks e dois discos rígidos da companhia prestadora de serviços Halliburton foram furtados de um contêiner levado de Santos para Macaé pela transportadora Transmagno. "As diligências estão apenas começando, então ainda não temos muitos detalhes", explicou Carla. O caso foi descoberto no dia 31 de janeiro.

A Petrobrás declarou que tem cópia das informações furtadas. A Companhia disse que tomou todas as providências cabíveis para resolver o caso.

Especialistas do setor de petróleo acreditam ser bastante provável ter ocorrido crime de espionagem industrial no caso do roubo dos dados. “Este tipo de espionagem é bastante comum, e agora que as reservas do Brasil começaram a ficar importantes, isso deve se popularizar por aqui também", comentou o geólogo Giuseppe Bacoccolli, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Leia a nota

Petrobras esclarece sobre furto de equipamentos

14/2/2008

Em relação a informações veiculadas esta manhã pelo site Terra sobre furto de informações confidenciais da Petrobras, a Companhia tem a informar o seguinte:

— Houve um furto de equipamentos e materiais que continham informações importantes para a Companhia, em instalações de empresa que presta serviços especializados para a Petrobras.

— A Petrobras tem a integralidade das informações contidas nos equipamentos e materiais furtados.

— O material não estava sob a guarda da Petrobras, mas da empresa que presta serviços especializados para a Companhia.

— A Companhia tomou todas as providências cabíveis.

— O assunto está sob investigação.

Revista Consultor Jurídico, 14 de fevereiro de 2008, 20h43

Comentários de leitores

5 comentários

Pelo menos facilitação houve..ninguém leva algo...

Bira (Industrial)

Pelo menos facilitação houve..ninguém leva algo importante apenas com um cadeado e sem guarda..

...bom era na época de médici, o medíocre,não é...

Robespierre (Outros)

...bom era na época de médici, o medíocre,não é mesmo?

§ 3º São passíveis de classificação como confid...

Ricardo de Faria (Advogado Autônomo - Internacional)

§ 3º São passíveis de classificação como confidenciais dados ou informações que, no interesse do Poder Executivo e das partes, devam ser de conhecimento restrito e cuja revelação não-autorizada possa frustrar seus objetivos ou acarretar dano à segurança da sociedade e do Estado. § 4º São passíveis de classificação como reservados dados ou informações cuja revelação não-autorizada possa comprometer planos, operações ou objetivos neles previstos ou referidos. Art. 30. Os documentos sigilosos serão mantidos ou guardados em condições especiais de segurança, conforme regulamento. § 1º Para a guarda de documentos ultra-secretos e **secretos é obrigatório o uso de cofre forte ou estrutura que ofereça segurança equivalente ou superior**. [...]

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 22/02/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.