Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Bacharéis da política

Próximo presidente dos Estados Unidos deve ser um advogado

O próximo presidente dos Estados Unidos possivelmente será um bacharel em Direito. Seis candidatos a candidato dos partidos Republicano e Democrata são advogados. A maioria deles já exerceu a profissão. A informação é do jornal USA Today.

A nova circunstância é uma volta às tradições. Os advogados dominaram a presidência do país até o século 20, quando o modelo executivo tomou conta. Uma série de políticos com estilo executivo (alguns com diploma de Direito) foram eleitos presidente, culminando com o estilo empresarial de gestão de George W. Bush. Além de ser ex-governador do estado do Texas, Bush, filho, é o primeiro presidente com título de MBA.

Agora, os EUA parecem condenados a retomar o modelo “presidente-advogado”. Seis advogados lideram as pesquisas: os democratas Hillary Clinton, Barack Obama e John Edwards, e os republicanos Rudy Giuliani, Fred Thompson e Mitt Romney.

“O eleitorado americano gosta muito de executivos bons de processo decisório”, diz James Pfiffner, especialista em história presidencial na George Mason University. “Dizer ‘Eu posso enxergar todos os lados das questões’ é muito importante, mas não chega a impressionar muito os eleitores”.

Segundo uma pesquisa do USA Today/Gallup, apenas 18% dos entrevistados avaliaram os advogados bem ou muito bem em termos de honestidade e padrões éticos. A avaliação foi a mesma para os executivos.

Vinte e cinco dos 43 presidentes dos EUA tiveram diplomas em Direito, inclusive o antecessor de Bush, Bill Clinton. Mas, segundo a Ordem Americana dos Advogados, a proporção de advogados caiu de 76% no século 19 para 39% no século 20. Alguns dos presidentes recentes firmaram a visão negativa a respeito dos advogados: Richard Nixon renunciou durante o escândalo de Watergate e Bill Clinton passou por um julgamento de impeachment.

Mas entre os presidentes advogados também estão Franklin Roosevelt, Abraham Lincoln e Thomas Jefferson. “Num retrospecto sobre os presidentes mais bem sucedidos, observa-se que muitos deles foram advogados’, diz Paul Finkelman, historiador e acadêmico da área jurídica na Albany Law School, no Estado de Nova York.

"Os advogados são bem qualificados para analisar os prós e contras da maioria das posições políticas", diz Sandy D'Alemberte, ex-reitor da Florida State University e ex-diretor de sua faculdade de Direito.

Os advogados dizem que a prática jurídica cotidiana tem aspectos úteis para os futuros presidentes. Eles listam como exemplo a capacidade de negociação e comunicação, de trabalhar em equipe, a familiaridade com a constituição e o governo, o respeito pelas instituições, o gerenciamento de crises e até mesmo algo parecido com a aura executiva de CEO, que muitos advogados consideram tão enganadora.

Candidatos advogados

Democratas

Hillary Rodham Clinton — Formada na Universidade de Yale em 1973. Considerada uma das 100 advogadas mais influentes pelo National Law Journal em 1988 e 1991. Presidente do Conselho da organização, sem fins lucrativos, Legal Services Corporation aos 29 anos.

Bill Clinton sempre se refere ao trabalho jurídico de sua mulher em benefício das crianças e dos pobres. Segundo o ex-presidente, após se formar em Direito "ela recusou todas as propostas de trabalho mais lucrativas para trabalhar no fundo Children's Defense porque queria ajudar as crianças pobres".

Hillary Clinton era advogada corporativa no escritório de advocacia Rose Law Firm desde o final dos anos 1970. Ela passou 25 anos por lá, ganhando o mais alto salário da família, enquanto o marido era o governador com um salário de US$ 35.000.

O escritório The Rose foi uma fonte de temor e de polêmicas para o governo Clinton. Um dos sócios do escritório, Vince Foster, vice-chefe do conselho da Casa Branca, cometeu suicídio. Outro sócio, procurador geral assistente Webb Hubbell, foi preso por fraude postal e evasão fiscal num processo de fraude envolvendo o escritório Rose e seus clientes.

Hillary Clinton enfrentou um tribunal em 1996, depois que apareceram em seu escritório na Casa Branca os registros contábeis que os promotores procuraram durante dois anos.

John Edwards

Formado na Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill, em 1977

Recebeu um prêmio do órgão classista American Trial Lawyers Association, por serviços públicos prestados, em 1997. Como advogado em causas de perdas e danos, obteve vitórias históricas para vítimas de erros médicos e de produtos defeituosos, tendo recebido até U$ 25 milhões para uma menina sofreu um acidente na piscina.

Em sua segunda tentativa presidencial, Edwards sempre cita sua experiência jurídica como prova de que ele seria o melhor para combater o poder de "grandes seguradoras, grandes indústrias farmacêuticas, grandes petrolíferas".

Barack Obama

Formado em Harvard em 1991

Primeiro afro-americano a ser editor do boletim Harvard Law Review. Especializado em direito eleitoral e em queixas de discriminação na prática civil. Ensinou direito constitucional na Universidade de Chicago.

Após se formar, Barack Obama passou três anos envolvido na ajuda a comunidade de baixa renda de Chicago e na luta contra o fechamento de fábricas. Optou pela faculdade de Direito porque "queria entender como a lei deve funcionar em apoio aos mais necessitados", declarou.

Essa opção de vida atualmente é destacada num comercial de TV da campanha de Obama, ressaltando que essa foi sintomática de seu caráter. "Foi muito, absolutamente inspirador ver alguém tão brilhante e bem sucedido como Barack Obama, alguém que tinha sucesso garantido em Wall Street, canalizar todo seu talento e todo seu aprendizado em favor da comunidade e da opção de melhorar a vida das pessoas", diz um de seus professores, Laurence Tribe.

Republicanos

Rudy Giuliani

Formado na New York University em 1968

Considerado um dos 100 advogados mais influentes pelo National Law Journal em 1988. Segundo colocado na eleição do influente boletim NLJ, para Advogado do Ano, em 2001.

Giuliani foi procurador geral assistente dos Estados Unidos e promotor federal em Nova York antes de se tornar prefeito de Nova York em 1993. Como promotor ele enfrentou o crime organizado, as drogas e os crimes do colarinho branco.

A carreira dele pré-prefeitura combina com a imagem de inimigo durão do crime e do terrorismo. Como o advogado e blogueiro liberal Glenn Greenwald escreveu, Giuliani tem um "talento para expressar uma fúria íntegra contra as 'pessoas más', à moda dos promotores".

Giuliani se decidiu pela escola de Direito no último ano preparatório do Manhattan College. No começo, a idéia de se tornar um promotor parecia "cruel", mas com o tempo encarou a profissão como uma forma de proteger as pessoas, deter o crime e "criar mais respeito pela lei".

Mitt Romney

Formado em Harvard em 1975

Recebeu o diploma do MBA de Harvard em 1975. Ele também é um ex-governador, de Massachusetts e está apostando basicamente em sua reputação de executivo.

A faculdade de Direito foi "há muito, muito tempo atrás", ele disse numa entrevista. Mais relevante, diz o candidato, foram seus 35 anos no mundo dos negócios e em cargos de liderança pública, tais como o de CEO dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2002 em Salt Lake City.

Fred Thompson

Formado na Universidade de Vanderbilt em 1967

Defensor dos republicanos na comissão do Senado no caso Watergate aos 30 anos de idade, tendo escrito um livro sobre sua experiência. Thompson é advogado criminalista, ex-procurador federal, ex-senador do Tennessee e na ficção, como ator, foi o promotor público de Manhattan Arthur Branch no seriado da rede NBC "Law & Order".

Ele já apresentou opiniões distintas sobre vários assuntos jurídicos: o efeito dissuasivo da pena de morte, direitos das localidades de aprovar leis contra imigração ilegal, novas regras autorais que ameaçam o "direito de propriedade" americano e leis de porte de arma válidas em Nova York que, segundo ele, infringem a chamada Segunda Emenda.

Revista Consultor Jurídico, 23 de setembro de 2007, 0h01

Comentários de leitores

2 comentários

Tá certo. Os EUA enfrentarão o tribunal da hist...

allmirante (Advogado Autônomo)

Tá certo. Os EUA enfrentarão o tribunal da história.

"Além de ser ex-governador do estado do Texas, ...

Silvio Curitiba (Advogado Associado a Escritório)

"Além de ser ex-governador do estado do Texas, Bush, filho, é o primeiro presidente com título de MBA" Finalmente a prova cabal de que o tal de MBA é somente uma "embromation".

Comentários encerrados em 01/10/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.