Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Despedida no STJ

Ministro Pádua Ribeiro participa de sua última sessão no STJ

O ministro Antônio de Pádua Ribeiro, do Superior Tribunal de Justiça, participa nesta terça-feira (18/9) de sua última sessão na 4ª Turma. Depois de quase 28 anos de serviços prestados ao Poder Judiciário, Pádua Ribeiro vai se aposentar voluntariamente na próxima quinta-feira (20/9).

Pádua Ribeiro exerceu a advocacia, foi procurador da República no Distrito Federal, subprocurador-geral e ministro do Tribunal Federal de Recursos até abril de 1989, Nesse ano, foi instalado o STJ, que ele integra desde sua implantação. Foi também ministro titular do Tribunal Superior Eleitoral e corregedor das Justiças Federal e Eleitoral. Atualmente, o ministro é membro da Segunda Seção, da 4ª Turma e da Corte Especial do STJ.

O ministro trabalhou como presidente da Comissão criada pelo extinto Tribunal Federal de Recursos, na criação do STJ, o qual buscou transformar no verdadeiro Tribunal da Cidadania. Também colaborou na criação dos cinco Tribunais Regionais Federais. Já exerceu todos os cargos na estrutura do STJ.

Durante o seu mandato como presidente, de 1998 a 2000, foi responsável pelo salto na qualidade da informatização da Corte e pela visão mais humanizada da Justiça. Por meio de investimentos maciços em informática e na simplificação dos procedimentos processuais, tornou mais célere a tramitação dos processos e aproximou o tribunal da sociedade.

Pádua Ribeiro foi o primeiro ministro a assumir o cargo de corregedor-geral do Conselho Nacional de Justiça, cargo que desempenhou de 2005 a 2007. O ministro participa, na quarta-feira (19/9), a partir das 14 horas, da sessão da Corte Especial.

Revista Consultor Jurídico, 18 de setembro de 2007, 12h58

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 26/09/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.