Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Por conta própria

Fenapef diz que governo não pagou diárias para policiais no Pan

Por 

A Federação Nacional dos Policiais Federais, a Fenapef, ingressa esta semana na Justiça, com ação para cobrar da União diárias dos 2,6 mil policiais federais, que trabalharam nos Jogos Pan-americanos. Eles não receberam as diárias prometidas pelo governo federal. A dívida, segundo a Fenapef, chega a R$ 13 milhões.

Desde a primeira quinzena de julho, quando da interrupção do pagamento das diárias, os policiais federais passaram a tirar do próprio bolso os custos com hospedagem, transporte e alimentação para trabalhar no Pan. O Ministério da Justiça, responsável pelo pagamento da corporação, admite que as diárias dobradas — no valor de R$ 240, que deveriam ser dadas a todos os servidores federais durante o evento esportivo — não estavam previstas no orçamento.

A apenas 10 dias do Pan, um decreto presidencial, publicado no Diário Oficial da União, aumentou em 100% a diária de todos os servidores federais que trabalhariam no Rio durante a competição. A quantia, assim, passaria de R$ 120 para R$ 240. Mas só no dia 31 de agosto, quase dois meses depois, o ministro da Justiça, Tarso Genro, solicitou ao Ministério do Planejamento a abertura de crédito extraordinário em favor da Senasp para o pagamento devido.

Francisco Carlos Sabino, diretor de Relações de Trabalho da Fenapef, diz que em São Paulo 130 policiais receberam apenas o equivalente a um mês de trabalho, embora tenham passado 60 dias no Rio de Janeiro. Muitos procuram o sindicato local para conseguir empréstimos e bancar suas estadias. Para evitar atraso no pagamento de diárias, a Fenapef conseguiu, há três anos, um mandado de segurança coletivo que desobriga policiais federais de cumprirem missões em outros Estados sem receber antecipadamente as diárias. A decisão não foi derrubada pela diretoria-geral da PF.

Para a Força Nacional (FNS), tropa de elite do governo federal, vive os mesmos problemas: a União lhes deve R$ 7 milhões em diárias do Pan.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 17 de setembro de 2007, 0h00

Comentários de leitores

3 comentários

Assistia a um programa de entrevistas da tv com...

futuka (Consultor)

Assistia a um programa de entrevistas da tv com o apresentador Jô Soares e quando ouvi do entrevistado o senhor ministro da justiça a seguinte pergunta o que aconteceu com o pagamento adicional ou dos gastos da polícia que participou e dos que permanecem no RJ(?)..respondida a questão me recordo de ter ouvido que o MJ repassaria o dinheiro das verbas adicionais a serem obedecidas as regras pré-estabelecidas. SEM NOVIDADES QUANTO AO PAGAMENTO FUNCIONAL - quanto a corrupção de um modo geral, NÃO SE ENGANEM, de tempos em tempos ela aparece um pouco mais ou um pouco menos depende de certos REQUISITOS, desde os primórdios o corrupto(r) e a corrupção sempre existiu e sempre existirá enquanto a sociedade humana habitar o planeta, e claro uma boa oposição partidária. Afinal o jôgo sempre muda após as próximas eleições, ou não! A TERRA É REDONDA.

para aqueles que acharam que o pan foi uma mara...

Bob Esponja (Funcionário público)

para aqueles que acharam que o pan foi uma maravilha

Em meio a tanta corrupção no governo de Lula, t...

gui (Outros)

Em meio a tanta corrupção no governo de Lula, tanta desonestidade dos políticos, o Rio de Janeiro com o apoio de todo país foi a Cidade do PAN - 2007 e como não poderia ser diferente as dívidas começaram a aparecer, É O BRASIL... e claro quem vai pagar é o povo, com os impostos abusivos que são cobrados, porém ninguém faz nada para mudar, somos todos acomodados, É O BRASIL...

Comentários encerrados em 25/09/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.