Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Golpe na praça

TJ paulista alerta população sobre golpe com seu nome

O nome do Tribunal de Justiça de São Paulo está sendo usado para a prática de estelionato. Por isso, a presidência do tribunal informou que nenhum dos seus funcionários está autorizado a receber dinheiro ou depósitos bancários para que pendências em processos sejam resolvidas.

A Ouvidoria do TJ paulista registrou reclamações sobre o assunto e, por isso, a presidência resolveu se manifestar publicamente. As vítimas são procuradas para que efetuem depósitos bancários ou outros tipos de pagamentos para agilizar o andamento de ações. Outras reclamações referem-se à existência de protestos em cartórios extrajudiciais. Os golpistas afirmam que para a sustação desses protestos seria necessário o depósito de 10% de seu valor.

O TJ paulista afirma que as pessoas que forem procuradas pelos estelionatários devem imediatamente levar os fatos ao conhecimento da Polícia. Já existe inquérito policial em andamento na 4ª Delegacia Seccional de São Paulo.

Revista Consultor Jurídico, 12 de setembro de 2007, 16h50

Comentários de leitores

1 comentário

Será que ainda existe gente em São Paulo que ac...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Será que ainda existe gente em São Paulo que acredita nesses tipos de GOLPE?

Comentários encerrados em 20/09/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.