Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Questão agrária

Universidade de Goiás oferece curso de Direito para sem-terras

A Universidade Federal de Goiás abriu um curso de Direito Agrário só para estudantes de assentamentos da reforma agrária e da pequena agricultura. As aulas começaram 22 de agosto. O curso terá duração de cinco anos, com estrutura de uma graduação comum em Direito.

A turma tem 60 alunos, dos quais 39 vieram de assentamentos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Os futuros advogados estudam no campus avançado, que fica a 130 quilômetros de Goiânia.

O ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal, deu a primeira aula para a turma, numa sala especial. O presidente Lula enviou uma carta aos alunos, cumprimentando-os pelo ineditismo do curso.

Para se inscrever ao vestibular, os 630 pretendentes tiveram de apresentar documento emitido pelo Incra, atestando que são de assentamentos ou da pequena agricultura. "Trata-se de um curso de direito com especialização na questão agrária. A intenção é formar advogados especialistas no Direito Agrário, mantendo-os em suas origens", disse a pró-reitora de graduação da universidade, Sandra Mara Chaves.

Revista Consultor Jurídico, 4 de setembro de 2007, 0h01

Comentários de leitores

13 comentários

Sugiro aulas de agronomia, veterinária e zootec...

allmirante (Advogado Autônomo)

Sugiro aulas de agronomia, veterinária e zootecnia aos profissionais do direito, os quais, além de também não possuírem terra, não tem mercado de trabalho, muito menos clientes.

E quem é que vai lhes ensinar suas obrigações? ...

Zerlottini (Outros)

E quem é que vai lhes ensinar suas obrigações? Tipo, respeitar o que é alheio (se bem que, em dando um bonezinho pro "cumpanhêru", a coisa fica tudo "numa boa"). No dia em que os fazendeiros resolverem defender suas terras, isso ainda vai virar uma guerra civil. Porque eles estão todos armados. Ou será que existe alguém que duvide de que uma foice, uma enxada, um machado são armas? E das mais perigosas? Ou seja, a coisa vai ser auto defesa (pelo menos, putativa). E vai correr muito sangue. Ou esse pessoal lá de Brasília pensa numa forma séria de fazer a tal da Reforma Agrária, ou se prepara para ser culpado por uma guerra civil (bem verdade que "consciência" é uma coisa que eles nem sabem o que seja. E é uma forma de diminuir a miséria: deixando os pobres morrerem à míngua e/ou em defesa de terras que custaram $$$ dos fazendeiros). Jacques, o Lula tem um diploma de "adevogado", da "Univerçidade Estáçio de Çá". Eu tenho a prova no meu computador. Uma cópia do "diproma" dele. Se quiser, mande-me um "e1/2" que lhe mando a cópia. xicozer@gmail.com Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

ou para estudar direito não precisa mais?

Amigo da Justiça (Advogado Autônomo)

ou para estudar direito não precisa mais?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 12/09/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.