Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Disputa acirrada

Hugo Chávez perde referendo sobre reforma constitucional

Numa votação extremamente disputada, a população venezuelana rejeitou a reforma constitucional proposta pelo presidente Hugo Chávez no referendo feito neste domingo (2/12). O Conselho Nacional Eleitoral anunciou os resultados durante a madrugada, mais de 8 horas depois do fechamento das seções eleitorais. A oposição comemorou a vitória e pediu reconciliação no país. A informação é do portal de notícias G1.

A votação foi dividida em duas partes. No bloco A, 50,7% dos venezuelanos rejeitaram a proposta que, entre outros itens, permitiria que o presidente se candidatasse indefinidamente ao cargo. A diferença entre o "Sim" e o "Não" foi de apenas 124.962 votos — num universo de 9 milhões de votantes.

No bloco B, 51,05% dos eleitores derrubaram a proposta que permitiria diminuir a idade dos eleitores (para 16 anos) e restringiria a liberdade de expressão durante os estados de exceção, entre outros itens. A diferença entre o "Sim" e o "Não" também foi muito pequena: de apenas 187.196 votos.

Segundo dados oficiais, 9.002.439 venezuelanos votaram neste domingo — 16 milhões que estavam aptos a ir às urnas. Na prática, 4 em cada 10 eleitores não votaram, uma abstenção alta, mas comum no país.

Revista Consultor Jurídico, 3 de dezembro de 2007, 11h18

Comentários de leitores

8 comentários

Que tipo de Ditador é esse? Se eu fosse ditad...

João pirão (Outro)

Que tipo de Ditador é esse? Se eu fosse ditador não levaria a consulta popular uns temas tão polêmicos como esses. O faria por decreto. Já que tenho carta branca do Congresso. Agora, que podem falar do cara? Eu não entendo tamanha prática democrática dessa. Não comsigo entender, ou é ditador ou não é. Qual é?

Deliciosa derrota! Espero que o Povo venezuelan...

Hwidger Lourenço (Professor Universitário - Eleitoral)

Deliciosa derrota! Espero que o Povo venezuelano varra logo esse canalha e seus asseclas para longe do poder. sic semper tiranis

O mais engraçado de tudo é ver pseudo-intelectu...

Comentarista (Outros)

O mais engraçado de tudo é ver pseudo-intelectuóides e auto-intitulados democratas tupiniquins criticando cegamente o polêmico presidente venezuelano... Justamente por se tratar da Venezuela, país que, sozinho, nos últimos 5 anos promoveu mais referendos que o resto das republiquetas latino-americanas juntas (incluindo a nossa, é claro). Isso me fez lembrar as manifestações por ocasião dos atentados de 11 de setembro (que, segundo muitos investigadores independentes, especula-se que tenha sido arquitetado e autorizado pelo próprio Bush para criar um clima de comoção nacional e ser reeleito - o que de fato ocorreu), quando li, em uma lista de dicussão na internet, o comentário de um brasileiro residente nos USA, lamentando os fatos e dizendo: "...mas NÓS vamos reconstruir tudo isso (sic)". Essa declaração pode até ter parecido patética, mas, na verdade, não é... Explico! Se não fossem os brazucas e outros imigrantes do terceiro mundo nos USA, quem é que limparia as latrinas dos estadunidenses??? Pois é exatamente isso que ocorre hoje, pois quem critica o Chávez certamente deve admirar a "democracia" yankee e seu chefe-mor, o homem da guerra e o paladino das invasões de países pelos quatro cantos do mundo. E são esses que, tendo oportunidade, certamente se mudariam para a terra do Tio Sam para também ajudarem os brazucas de lá a limparem as suas latrinas... E viva o Brasil, país "democrático" e maior produtor mundial de "baba-ovos" , admiradores e serviçais do que há de mais "politicamente correto" no mundo! Com a palavra, os puritanos e "democratas" de plantão...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 11/12/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.