Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime político

Morto advogado do prefeito de Itu, interior de São Paulo

O advogado Humberto da Silva Monteiro, de 54 anos, que atendia o prefeito de Itu, Herculano Júnior (PV), morreu no fim da noite de quinta-feira, depois de ter sido atingido por um tiro na cabeça num cruzamento da cidade.

A Polícia Civil investiga a hipótese de execução. Nesta sexta-feira (27/1), a Justiça de Itu designou o promotor criminal Luiz Carlos Ornelezzi para acompanhar as investigações sobre o crime. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo, em reportagem assinada pelo jornalista José Maria Tomazela.

O advogado tinha saído da prefeitura sentando no banco do passageiro da caminhonete Blazer do assessor de imprensa da prefeitura Josué Soares Dantas Filho, que dirigia o veículo. A Blazer estava parada no sinal vermelho numa esquina da Avenida Capitão Fleming, região central, quando foi abordada.

Segundo a polícia, os tiros foram dados por dois homens numa moto, que emparelhou com a Blazer do lado do passageiro. Foram feitos quatro disparos — um acertou Monteiro na cabeça. Ele foi operado no Hospital Sanatorinhos, onde morreu.

O prefeito acredita que o crime tenha sido político. Há três meses, o advogado foi atacado e agredido no centro por um grupo de pessoas, entre as quais integrantes de outro grupo político.

Dantas disse que não viu o autor do crime, pois, quando ocorreram os disparos, olhava na direção oposta. Ele afirmou que confundiu os tiros com o ruído de escapamento e só percebeu o que ocorrera quando falou com o advogado, que não respondeu.

O delegado Nicolau Santarém, que cuida do caso, disse que a polícia já está seguindo algumas pistas, mas não deu detalhes. O corpo de Monteiro foi velado e sepultado na sexta-feira em Sorocaba, onde morava.

Revista Consultor Jurídico, 28 de janeiro de 2006, 8h28

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/02/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.