Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Turismo sexual

Turistas acusados de atentado ao pudor continuam detidos

Os turistas italianos Ângelo Simonetti, 38 anos, e Ciro Bocchetti, de 43 anos devem continuar presos. Eles foram presos em flagrante na segunda-feira passada, no Shopping Rio Sul, no Rio de Janeiro, depois de praticarem atos libidinosos na vendedora Fernanda Maria Soares, que está grávida. O juiz da 11ª Vara Criminal do estado, Alcides Fonseca Neto, rejeitou o pedido de liberdade provisória dos turistas.

De acordo com o processo, Bocchetti distraiu a vítima enquanto Simonetti tentava agarrá-la por trás. Ao serem repelidos vendedora, os dois passaram a dizer palavras de baixo calão contra ela e contra a mulher brasileira em geral.

Segundo o juiz, estão presentes os requisitos de natureza cautelar, para a manutenção da custódia dos investigados. Ele disse também que os turistas são pessoas que não mantêm vínculo com o Brasil e “poderiam, caso fossem soltos, retornar ao país de origem, frustrando a eventual aplicação da Lei Penal Brasileira”.

Ângelo Simonetti e Ciro Bocchetti foram detidos pelos vigilantes do shopping, que acionaram policiais da 10ª DP. Eles resistiram à prisão e chegaram a oferecer dinheiro a um policial. Os italianos foram indiciados pela prática dos crimes de atentado violento ao pudor, corrupção ativa, injúria e resistência.

Eles estão presos numa cela da Polinter, reservada apenas para os dois. Os turistas declararam que são naturais de Nápoles e que são comerciantes. O consulado da Itália colocou-se à disposição do Poder Judiciário fluminense e informou que os turistas não têm antecedentes criminais na Itália e que possuem domicílio e trabalho fixos.

Revista Consultor Jurídico, 27 de janeiro de 2006, 14h19

Comentários de leitores

2 comentários

Se os mesmos fossem para Fortaleza-CE, não seri...

silvia14 (Outros)

Se os mesmos fossem para Fortaleza-CE, não seriam presos. No RJ de hoje somente os cartões postais vendem o turismo sexual, expondo as brasileiras. Tá na hora de prender os que usam as Brasileiras para atrair o turista sexual.

É vergonhosa a atitude desses dois turistas. Te...

José Brenand (Outros)

É vergonhosa a atitude desses dois turistas. Tem razão o ex. Presidente João Batista Figueiredo; é preferível o cheiro do cavalo, que o ser humano. O animal "irracional" mantém respeito para com sua especie, e o ser humano ??!!, Deus nos livre sempre dessa especie de animal bestial, que não respeita a própria especie. Desejamos que a Justiça brasileira,os coloque por bom tempo em local isolado, e que os mesmos possam vendo o sol nascer quadrado, meditar sobre suas atitude de bestas feras. kabrenand@hotmail.com

Comentários encerrados em 04/02/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.