Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fraude ao INSS

Polícia Federal e MPF investigam fraude ao INSS no Paraná

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal em Ponta Grossa (PR) deflagraram na sexta-feira (20/1) a operação Decadência Total, que investiga uma quadrilha acusada de fraude ao INSS. Estima-se que até o momento os acusados tenham usado 113 falsas certidões negativas de débitos e certidões imobiliárias no município.

Os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão na sede do INSS em Ponta Grossa, na empresa DJ imóveis e nas casas do acusados Dalton Vaz e Josmar Pires Cardoso, sócios da DJ imóveis; Antônio Antunes da Luz Filho, funcionário INSS; Vera Lúcia Stinsky ex-funcionária da prefeitura de Ponta Grossa e a advogada Maria Inês Joslim.

Segundo as investigações, a quadrilha conseguia certidões do INSS e da prefeitura, nas quais constavam falsas informações sobre o pagamento de contribuições. Com estes documentos, a quadrilha registrava obras de construção e reforma nos cartórios de registro de imóveis de Ponta Grossa.

Revista Consultor Jurídico, 23 de janeiro de 2006, 14h51

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 31/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.