Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ranking mundial

Alcoa é eleita empresa mais ética do setor de mineração

A Alcoa foi eleita a empresa mais ética do mundo no setor de mineração e metalurgia. A empresa ficou também entre as dez multinacionais mais éticas do mundo em 2005, no ranking feito pelo Covalence Ethical Ranking, instituição suíça que avalia as empresas no campo da reputação ética.

O presidente da multinacional é um brasileiro: Alan Belda. É um dos únicos empresários do Brasil a fazer parte das listas de principais executivos do mundo da revista Fortune. A subsidiária Alcoa Alumínio está no Brasil há 40 anos.

A empresa foi selecionada no ranking da instituição suíça em duas categorias: a mais ética (oitavo lugar) e a de maior progresso ético (terceiro lugar), entre 300 empresas em todo o mundo que atuam nos dez mais importantes setores da economia. Para ser reconhecida como uma das dez empresas mais éticas, as empresas devem ter sido selecionadas nessas duas categorias.

O grupo Covalence tem o apoio do Instituto Graduado de Estudos sobre Desenvolvimento da Universidade de Genebra e de diversas ONGs. Foi fundado em 2001 com objetivo medir a reputação das empresas em questões éticas, por meio de um índice que leva em consideração 45 critérios, incluindo padrões trabalhistas, impacto ambiental, responsabilidade social e presença internacional. Essas medições são baseadas num acervo de milhares de documentos da imprensa, ONGs, acadêmicos e outras fontes.

A Alcoa atua nos mercados aeroespacial, automotivo, embalagens, construção, transportes e no mercado industrial. A companhia possui 129 mil funcionários em 42 países e foi nomeada uma das três empresas mais sustentáveis do mundo, durante o Fórum Econômico Mundial, em 2005, em Davos, Suíça.

Revista Consultor Jurídico, 20 de janeiro de 2006, 16h27

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/01/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.