Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Avião no céu

Bispo Edir Macedo perde ação contra revista Veja

Por 

O bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus, não tem direito a indenização por suposta difamação decorrente de reportagem publicada pela revista Veja, onde se afirma que um avião de sua propriedade teria sido arrestado pela Receita Federal. A decisão foi da 5ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo.

A reportagem foi publicada na edição de 28 de fevereiro de 2001 com o título “Os céus podem esperar” e se refere à apreensão de uma aeronave, pela Receita Federal, quando se encontrava em poder de pilotos que prestavam serviços para a Igreja Universal do Reino de Deus.

No recurso, o bispo afirma que a linguagem jornalística foi usada para camuflar a intenção de ridicularizá-lo e de atribuir a ele a propriedade de uma frota de aviões. Alegou que isso é falso e imputou malícia à reportagem, que, na sua opinião, deturpou a realidade tentando fazer crer que ele seja o dono da Igreja Universal do Reino de Deus.

Argumenta, ainda, que a revista usa termos técnicos confundindo apreensão com arresto, que a intenção da reportagem é atacar indiscriminadamente os evangélicos, causando lesão à sua honra.

No processo o bispo se descreve como alguém que não pretende ser adorado por todos, nem pretende fugir às críticas que — figura pública que é — normalmente lhe são endereçadas por opositores no campo político, religioso e empresarial.

O bispo se insurgiu contra a afirmação de que o avião apreendido – um Citation – seria apenas uma das três aeronaves de sua frota. “O autor (o bispo) viu mais do que está noticiado na publicação da ré e ninguém tem o direito de interferir na elaboração da notícia inserida nos veículos de comunicação, a não ser o editor responsável por eles”, afirmou em seu voto o relator, Maury Bottesini.

Para o relator, há órgãos de imprensa que orientam o trabalho de seus jornalistas afirmando que nas sociedades de mercado, cada leitor delega ao jornal e às revistas que assina ou adquire nas bancas, a tarefa de investigar os fatos, recolher material jornalístico, editá-lo e publicá-lo. Se a editoria não corresponde às suas exigências, o leitor suspende esse mandato, interrompe a assinatura ou não compra os exemplares dos veículos.

No entendimento do relator – que foi acompanhado pela turma julgadora – a notícia que motivou o pedido de indenização do bispo se limitou a informar ao público de milhões de leitores a existência de fato verdadeiro e provado, que diz respeito à vida da Igreja Universal do Reino de Deus e a associar essa instituição à pessoa de seu fundador e líder. “E isto não traduz difamação nem ofensa à estima que a pessoa notória tem de seus atributos pessoais”, completou o relator.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 22 de fevereiro de 2006, 16h01

Comentários de leitores

7 comentários

o povo tem que abri seu coração mais para DEUS!...

David Moreno (Técnico de Informática)

o povo tem que abri seu coração mais para DEUS! 1º não se compra os bens de DEUS com dilheiro mais se com um coração pronto para perdoa o proximo, o que está faltando no povo é entendimento ``não generalizando´´ mais os que caí nessas contra partidas, embora cada uma pensa dar para receber em troca pelo o menos o dobro é ai que apostão no jogo! mais nesse caso é um jogo de palavra e que não é ``crime pedir´´´DEUS DEU O SEU FILHO CHAMADO JESUS PARA DAR A PAZ AO MUNDO E DEIXO A SUA PALAVRA PARA QUEM LER E CRER NÃO PEREÇA MAIS TENHA A VIDA ETERNA. Mais o povo não quere ler mais procuram o caminha mais largo que é o da perdição, o estreito o qual JESUS CRISTO NOS ENSINOU ANDAR É ESTREITO COMO: TEM TER PACIENCIA, TOLERANCIA, PERDOAR A TODOS, COMPRA O CONSTRUIR E FAZER BANQUETE QUANDO PODER. Porque tem gente comprando ficando sujo no CPC SERASA E OUTRAS ASSEGURADORAS E QUENDO QUE DEUS PAGUE, O que ele não usou temos que temer e treme a DEUS aí sim não vamos caí nesse conto de fadas, eu mesmo comprei na empogação e confiando em mim mesmo achando que DEUS ESTAVA NO NEGOCIO eu gastava mais do que ganhava achando que tinha que envestir para ganhar mais, ME ENGANEI E PROCUREI A DEUS, E ELE ME DISSE AGORA COMECE TUDO DO ZERO, EU VOU TE DAR O ENTENDIMENTO E A FORÇA E A PACIÊNCIA PARA SE SAIR DESSE BORACO, Temos que olha para cima para o Céu onde está a mão que nos tira do buraco. temos que ter o mesmo tamanho e não ser maior que o outro, estou agora querendo sair do SPC CERESA E OUTROS, mais quizeram me vender e diziam ser amigos agora mandam cartas de cobranças e sabendo que não tenho condições de pagar mais mandam. a Biblia é a Palavra que liberta e é Gratis e para todos para não precisar de niguem, DEUE É DEUS DE TODOS NÓS PODEM CRER EM JESUS!!! DVSE@UBBI.COM.BR

Caro Eduardo, Seu texto foi de rara propriedad...

Ronaldo de Oliveira (Advogado Autônomo)

Caro Eduardo, Seu texto foi de rara propriedade. Infelizmente as pessoas crentes dessa "religião" ñ conseguem enxergar na arapuca em que entraram.

Apesar de considerar que vez por outra...

hammer eduardo (Consultor)

Apesar de considerar que vez por outra a Imprensa literalmente "carrega na mão" , desta vez posso dizer inclusive que a reportagem é desatualizada e para MENOS! A industria religiosa montada pelo notorio ex-bancario do Banerj hoje tem um movimento financeiro invejavel inclusive por grandes empresas de verdade no Brasil, as ramificações internacionais então não conhecem fronteiras existindo "franquias" ( tal e qual qualquer McDonald's da vida) ate em paises da antiga cortina de ferro. No caso da aeronave em si , a "Universal S.A" possui não apenas um porem uma pequena e aguerrida frota da qual a "nau capitania" é um modernissimo Canadair Global Express, maquininha de qualquer 35 milhões de dolares na porta da fabrica no Canadá. Em termos de avião executivo , so perde por muito pouco para o Boeing BBJ da Banco Safra em São Paulo , como se pode constatar , atividades ditas "comerciais" ate que bem parecidas. Lamentavelmente a legislação Brasileira é excessivamente leniente com esta verdadeira "industria da fé" que se instalou de forma tão desavergonhada em nossas terras , o absurdo chegou a ponto de figuras como ate a cantora Baby Consuelo ja ter montado a sua. O assunto é extenso mas "dá samba" se for devidamente explorado. Basicamente é uma questão de falta de politica de controle em torno das betoneiras de dinheiro que circulam livremente de um lado para o outro e praticamente sem NENHUM controle, o des-governo nunca fez nada por pura opção ou por algum tipo de medo desconhecido. Volto a dizer , "VEJA ERROU" , só que para menos.......Lembro tambem a alguns anos que num show na casa de espetaculos Canecão no Rio de Janeiro, o cantor brega Falcão levantou a Plateia atraves das gargalhadas quando afirmou em alto e bom som que : " - Se Deus é o caminho , Edir Macedo é o pedagio". Comentarios adicionais se fazem desnecessarios.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/03/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.