Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

À sombra do mensalão

Aprovadas as candidaturas de mensaleiros paulistas

Por 

João Paulo Cunha e Ângela Guadagnin, ambos dos PT e Valdemar Costa Neto, do PL, tiveram seus registros de candidaturas aprovados pela Justiça Eleitoral paulista, nesta terça-feira (29/8). Notórios mensaleiros, João Paulo e Costa Neto tiveram apenas de cumprir formalidades burocráticas para suspender o risco de impugnação que pairava sobre suas candidaturas. O mesmo aconteceu com Ângela Guadagnin, a rainha da bateria do bloco da pizza no Congresso Nacional.

João Paulo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, e Valdemar Costa Neto, ex-presidente do PL, estão entre os 40 nomes denunciados pelo procurador-geral do República como participantes do esquema de corrupção que ficou conhecido como mensalão.

Angela Guadagnin, ex-prefeita de São José dos Campos e ex-integrante do Conselho de Ética da Câmara ganhou notoriedade política por comemorar a absolvição de colegas acusados de corrupção com passos de dança.

Em sua sessão de julgamento desta terça-feira, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo analisou 60 pedidos de impugnação de candidaturas, dos quais 28 foram rejeitados e 32 confirmados.

Na mesma sessão foram julgados 12 representações de um partido ou coligação contra seus adversários. Em oito representações que figuram como partes o PSDB e o PT, os tucanos venceram cinco e os petistas três. O PT perdeu as duas ações que moveu contra o PSDC e o PSDB perdeu as duas que moveu contra o PMDB.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 29 de agosto de 2006, 19h59

Comentários de leitores

1 comentário

Muito embora o TRE tenha aprovado as candidatur...

Carlos (Advogado Autônomo)

Muito embora o TRE tenha aprovado as candidaturas dos "mensaleiros", creio que a população paulista não as aprovará no dia da eleição !

Comentários encerrados em 06/09/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.