Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Atividade notarial

TJ do Paraná fará concurso para ingresso na atividade notarial

O Tribunal de Justiça do Paraná fará concurso público para ingresso na atividade notarial e de registro do estado. As inscrições serão de 11 de setembro a 11 de outubro, exclusivamente através do site do TJ do Paraná.

A Comissão Examinadora será comandada pelo presidente do Tribunal de Justiça paranaense, desembargador Tadeu Marino Loyola Costa, por dois juízes, um representante do Ministério Público, indicados pelo procurador-geral da Justiça e um advogado designado pela OAB-PR. Além deles, haverá um representante dos notários e um dos registradores, indicados pela Associação dos Notários e Registradores do Paraná.

O candidato deve ser brasileiro, não ter pendências com suas obrigações eleitorais, ter CPF e ser bacharel em Direito ou ter completado dez anos de exercício em serviço notarial ou de registro.

No ato da inscrição, o candidato deverá obrigatoriamente apontar qual a região judiciária a que pretende concorrer, indicando somente uma região. O valor da taxa de inscrição é de R$ 300.

As provas

As provas de todas as etapas serão aplicadas exclusivamente em Curitiba. Os locais, dia e hora das provas constarão do site do TJ e serão divulgados, por edital, no Diário da Justiça, com um mínimo de dez dias de antecedência. O concurso de ingresso na atividade notarial e de registro será composto de provas de conhecimento e de títulos.

A primeira prova será de questões objetivas de múltipla escolha, com 100 questões, cada uma valendo um ponto. A prova escrita terá o valor de 100 pontos, com um total de 10 questões. Cada uma valerá cinco pontos. Também haverá mais duas questões práticas, cada uma valendo 25 pontos. Cada uma das provas terá duração de cinco horas, incluindo o tempo de preenchimento do cartão-resposta.

Serão classificados para a prova escrita os 200 primeiros candidatos por região judiciária que alcançarem nota igual ou superior a 50 pontos. Somente serão aprovados os candidatos que obtiverem nota superior a 50 pontos nas duas provas.

Revista Consultor Jurídico, 28 de agosto de 2006, 16h22

Comentários de leitores

1 comentário

quem elaborará as questões? Ficarão elas em sig...

allmirante (Advogado Autônomo)

quem elaborará as questões? Ficarão elas em sigilo de quem?

Comentários encerrados em 05/09/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.