Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Exagero na dose

Corregedoria de Justiça vai apurar intimação de menino de 5 anos

A Corregedoria-Geral de Justiça de São Paulo instaurou procedimento para apurar a conduta dos juízes Guilherme Infante Marconi e José Roberto Liberal. Motivo: eles participaram do processo em que um menino de 5 anos foi intimado a comparecer em uma audiência de advertência no Fórum de Serrana, no interior de São Paulo, na última segunda-feira (21/8).

O menino foi intimado porque, em outubro de 2004, quanto tinha 3 anos, teria jogado uma pedra em um carro, quebrando um dos vidros do veículo. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

A audiência foi requisitada pelo juiz Guilherme Infante Marconi, que agora é juiz-substituto em Sertãozinho. O garoto foi “advertido” pelo juiz José Roberto Liberal, que está há um mês em Serrana. Ele pediu transferência da Corregedoria da Vara de Execuções Penais de Araraquara após ser ameaçado por presos.

A OAB também questionou o procedimento utilizado pela Justiça. Para a entidade, houve ilegalidade na aplicação da advertência à criança. A alegação é de que o menino só não foi conduzido ao Fórum à força porque os policiais militares que foram à casa dele na última sexta-feira (18/8), com o mandado de busca e apreensão nas mãos, não conseguiram encontrá-lo.

Revista Consultor Jurídico, 25 de agosto de 2006, 13h29

Comentários de leitores

26 comentários

Desculpe, nada de voto nulo ou em branco. Se...

Richard Smith (Consultor)

Desculpe, nada de voto nulo ou em branco. Se a imensa maioria de "samangós" acha que o Nefasto "não-sei-de-nada" deve ser reeleito não será 10 ou 15% de votos nulos que influenciará em nada. Esse mesmo percentual dado ao candidato CERTO (embora do partido errado) levaria a eleição para o segundo turno. E aí é que veríamos, "proposta" x proposta, "competência" x competência, etc. Repito: o candidato do PSDB está sendo "rifado" pelo seu próprio partido, que suicidamente evita mostrar, com absoluta facilidade, que "o rei está nú!". Deveriam ser fuzilados em praça pública pelo crime de lesa-Nação. Isso não é oposição! que confere ao Nefasto 47% nas pesquisas

Atenção! Silêncio! "O camponês de Florença sub...

Marks Advocacia (Advogado Autônomo)

Atenção! Silêncio! "O camponês de Florença subiu mais uma vez à torre da Igreja, o sino vai tocar.Ouçamo-lo, por favor". Lembrem,Saramago( nobel de lingua portuguesa) relatou que no Sec.XVI o camponês tocou finados pela morte da justiça. Noticias como esta revelam que a justiça está morta. Hoje, impossível não constatar a morte da justiça. O grave, entretanto, é que ninguem anuncia, não lamento, choro ou protesto, falta a coragem camponesa para tocar o sino, anunciando "urbi et orbi" a morte da justiça. Aproveito para anunciar, também, que a democracia agoniza. "Sem justiça não há democracia". Talvez seja a hora de reagir e mostrar que não confiamos nos políticos e nas autoridades. Uivemos! Votem em Branco ou anulem o voto. Sejamos Lúcidos. Vamos provocar o debate sobre a democracia e a justiça.

Tenho vergonha de ser "colega" do tal Promotor ...

Gini (Servidor)

Tenho vergonha de ser "colega" do tal Promotor de Justiça que disse na tv que o juiz tinha agido corretamente. Deu um gosto amargo na boca de indignação. Estou cansada de tantos absurdos!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/09/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.