Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Busca e apreensão

Operação desmonta esquema de operações de mais de US$ 90 mi

A Polícia Federal e a delegacia da Receita Federal desmontaram, nesta sexta-feira (18/8), esquema de evasão de divisas e sonegação fiscal em Boa Vista, capital de Roraima. De acordo com as investigações, as movimentações ilegais ultrapassam os US$ 90 milhões.

A PF e servidores da Receita cumpriram 16 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão. Um empresário estrangeiro e um doleiro que atuam no estado são os principais alvos da operação. A operação é resultado de uma força-tarefa da Receita Federal, PF e Ministério Público Federal.

De acordo com as investigações, envolvidos no esquema, por meio de suas empresas, compraram extensas propriedades rurais com recursos provenientes do exterior, que seriam obtidos de forma ilegal. A operação teve início com base em inquérito na Polícia Federal para apuração de crime de lavagem de dinheiro. A responsabilidade pelo crime seria do empresário estrangeiro que atua em Roraima.

Na época, a Justiça Federal de Boa Vista determinou a quebra do sigilo fiscal e bancário de mais 100 empresas e pessoas físicas relacionadas ao empresário.

A Delegacia da Receita Federal também investigou irregularidades nas contas CC5. Os levantamentos detectaram expressivas movimentações financeiras provenientes e/ou destinadas ao Brasil, em contas correntes e subcontas administradas por banco de Nova York, nos Estados Unidos.

Algumas dessas contas e subcontas eram de titularidade de empresas off-shore, sediadas em paraísos fiscais, e movimentadas por brasileiros. Segundo a Receita, as off-shore serviam para dissimular os atos ilícitos praticados.

A atual fase da operação pretende identificar e responsabilizar os ordenantes e reais beneficiários do esquema, além de fazer o levantamento dos tributos sonegados.

Revista Consultor Jurídico, 18 de agosto de 2006, 16h56

Comentários de leitores

2 comentários

Entendo que é a PF, Ministério da Justiça e Jud...

Armando do Prado (Professor)

Entendo que é a PF, Ministério da Justiça e Judiciário trabalhando para limpar a bandalheira dos que sempre ficaram impunes. Parabéns à P.F.!

É impressionante a eficiência que os aparatos p...

Luiz Fernando (Estudante de Direito)

É impressionante a eficiência que os aparatos policial e judiciário demonstram quando se trata de recuperar o "dízimo" devido às esfomeadas receitas federal e estaduais. É igualmente impressionante a incompetência quando se trata de garantir a segurança da população. Podem chamar a uma de federal, as outras de estaduais, não importa. É o Estado brasileiro, rico e desmoralizado ao mesmo tempo. Hoje podemos chamar nossas residências de presídios de segurança mínima, enquanto os áulicos federais tocam as cornetas anunciando novo recorde federal de arrecadação, chegando quase a R$ 40 bilhões em um mês. É o Brasil das contradições...

Comentários encerrados em 26/08/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.