Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nova ordem

Diretor financeiro da Daslu volta à prisão por ordem judicial

Antônio Carlos Piva de Albuquerque, diretor-financeiro da boutique de luxo Daslu e irmão da proprietária da loja, Eliana Tranchesi, voltou para a prisão. A decisão de mandá-lo novamente à prisão foi tomada, na terça-feira (15/8), pela 1ª Turma Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

Piva estava em liberdade desde o dia 9 de junho. O Ministério Público Federal recorreu da decisão e o TRF-3 acolheu o pedido. O TRF-3 comunicou a decisão à 2ª Vara Federal de Guarulhos, que emitiu a nova ordem de prisão. Piva se apresentou espontaneamente.

Os donos da Daslu e mais cinco proprietários de importadoras são acusados de formação de quadrilha, descaminho aéreo consumado, descaminho aéreo tentado e falsidade ideológica. Caso sejam condenados, Eliana e o irmão podem pegar até 21 anos de prisão.

Piva ficará preso por tempo indeterminado. Ele e os demais réus do caso são processados em Guarulhos. As fraudes nas importações foram detectadas pela Receita Federal no aeroporto de Cumbica.

Revista Consultor Jurídico, 16 de agosto de 2006, 18h10

Comentários de leitores

6 comentários

mas o mais gosado é o anuncio de offshore que t...

Caos (Consultor)

mas o mais gosado é o anuncio de offshore que tem hoje aqui. será que alguem notou o absurdo da situação?

fico rindo do simbolo acabado de não sei o que....

Caos (Consultor)

fico rindo do simbolo acabado de não sei o que. a daslu é uma loja de donas de casa aberta para ajudar no orçamento doméstico. como tal, são seus donos pessoas gentis que já passaram por apertos como todos nós passamos. o fato é que a daslu deixou no passado a sua garagem e cresceu. cresceu numa selva de fiscais e leis de ocasião feitas para facilitar a vida de alguns e dificultar a vida de outros. não foram leis feitas para prover equilibrio a sociedade e sim para proteger interesses de outras terras. até os bancos estatais usam destas leis para burlar o fisco e fugir ao que seria o espirito da lei. se é que existe um espirito em leis venais. ou se esquece que algumas destas leis são providas por mensalões. ou se pensa que mensalão só existe para que o lula faça o que quer? irreais suposições esta, pois não? o que ocorre de verdade, é que apenas empresas muito grandes podem suportar um departamento contabil e juridico capaz de navegar nesta selva que é a vida do empresario nacional. os outros, os brasileiros, tornam-se criminosos por não acharem um contador que consiga entender as leis. afinal contador é um cara que tem assinatura do IOB, num é? Assim, de IOB e OAB e talvez de OB's vamos vivendo de pessoas que pensam estar em um paiz iluminista(?) imerso na ordem e progresso. Mas moçada, nos vivemos em uma anarquia e não em outro lugar. Será que num dá para perceber isso não? Prender o Piva, como se este fosse bandido é tão engraçado quanto chamar os criminosos de soldados do PCC e o governador Lembo ter um encontro de chefe de estado com o Marcola. engraçado e triste. penso que talvez a estória de José na biblia de alguma esperança, pois o mau feito pelos irmãos de josé se tornou em bem, não foi?

Ví que não sabes quem é bandido. Já que voce fa...

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Ví que não sabes quem é bandido. Já que voce falou da OAB, seja digno e relate onde "ela" defende bandidos, conforme e na esteira de seu leviano comentário. Dobre a lingua quando falar de nossa instituição. Saia de trás da alcunha. Vamos, seja claro, ofereça provas de sua inconseqüente afirmação.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 24/08/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.