Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Aval de senadores

Senado aprova Herman Benjamin para vaga de ministro no STJ

O Plenário do Senado aprovou o nome do procurador Antônio Herman Benjamin para a vaga de ministro do Superior Tribunal de Justiça, destinada a membro do Ministério Público. Ele obteve a aprovação de 51 senadores. Houve uma abstenção e dois votos contrários.

Agora, Antônio Herman aguarda ser nomeado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Após essa etapa, o procurador terá 30 dias para ser empossado como ministro no STJ.

Natural de Catolé do Rocha (PB), Antônio Herman, 48 anos, é a oitava indicação do presidente Lula para o STJ. O procurador vai ocupar a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Edson Vidigal e, assim, completar a composição do STJ, que prevê 33 ministros.

Formado em Direito pela Universidade do Rio de Janeiro em 1980, ele cursou o mestrado na University of Illinois College of Law. Além de sua atuação no Ministério Público paulista, é coordenador das Promotorias de Justiça do Consumidor. Foi diretor-cultural da Associação Paulista do Ministério Público e membro do Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo.

Revista Consultor Jurídico, 2 de agosto de 2006, 19h17

Comentários de leitores

1 comentário

O que se espera de um ministro do STJ, como de ...

olhovivo (Outros)

O que se espera de um ministro do STJ, como de qualquer juiz, é que, nestes tempos sombrios, prevaleça a independência e a coragem para decidir de acordo com a lei e não com base em pressões de jornalistas que sequer sabem manusear um código.

Comentários encerrados em 10/08/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.