Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime em MS

OAB quer que PF investigue assassinato de advogados em MS

O Conselho Federal da OAB deve solicitar, nesta segunda-feira (24/4), uma audiência com o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos. A Ordem quer que a Polícia Federal participe da investigação dos assassinatos de advogados no Mato Grosso do Sul.

Segundo a OAB, já foram mortos quatro advogados nos chamados crimes de pistolagem. Além dos advogados, outras cinco pessoas foram assassinadas. A Ordem afirma que existem suspeitas de que empresários e autoridades estejam envolvidos nos crimes.

Durante o encontro do Colégio de Presidentes em Belo Horizonte, o presidente da OAB-MS, Geraldo Escobar, criticou “a falta de segurança a que estão submetidos os advogados e a sociedade mato-grossense. Diante da existência de suspeitas de envolvimento de policiais nos crimes, somente a Polícia Federal poderá elucidar esses casos”.

Revista Consultor Jurídico, 23 de abril de 2006, 12h22

Comentários de leitores

2 comentários

Caro Glayston. Isso são horas (2:44 AM)de um d...

Fróes (Advogado Autônomo)

Caro Glayston. Isso são horas (2:44 AM)de um delegado estar acordado fazendo apologia da eficiência de seu órgão(êpa, funcional)? É para isso mesmo que voces são úteis. Preferiria estar passando férias na Sicília? Ou na SPF/DPF-RJ? Um abraço do seu "corregedor", Alberto

Nessas horas a Polícia Federal presta!!!!

GLAYSTON (Delegado de Polícia Federal)

Nessas horas a Polícia Federal presta!!!!

Comentários encerrados em 01/05/2006.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.