Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

O aprendiz

PF prende estagiário acusado de desviar R$ 3 milhões do INSS

A Polícia Federal prendeu nesta segunda-feira (28/11) um estagiário do INSS acusado de desviar cerca de R$ 3 milhões. O estudante George Waldemiro Moreira Filho responderá por estelionato, inserção de dados falsos em banco de dados do INSS, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

O esquema de fraude foi descoberto durante a Operação Resgate, que teve início na segunda. Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão na agência do INSS do centro da capital paulista, na casa de Moreira Filho e de outros envolvidos. Dos R$ 3 milhões desviados, R$ 2 milhões já foram recuperados, com a apreensão de carros, equipamentos eletrônicos, móveis, roupas de marcas famosas e dinheiro em contas correntes.

Segundo a PF, as investigações constataram que, desde o ano passado, Moreira Filho inseria dados falsos nos sistema do INSS e usava a senha de outros servidores para desviar o dinheiro. George Waldemiro Moreira Filho tem 18 anos e é estagiário do INSS desde março de 2003. Ele é estudante de Direito.

Revista Consultor Jurídico, 29 de novembro de 2005, 16h04

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/12/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.