Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Telefone sem fio

Claro contará com sistema de atendimento para surdos

A empresa de telefonia celular Claro implementará, em 60 dias, um sistema de atendimento a deficientes auditivos. A medida faz parte do TAC -- Termo de Ajustamento de Conduta assinado com o Ministério Público Federal em São Paulo para que a operadora crie uma Central de Atendimento ao Surdo, treinado e capacitado e com funcionamento em tempo integral. As informações são do MPF.

O acordo vale para todo o Brasil, e abrange as operadoras BCP, Tess e Stemar. A multa em caso de descumprimento foi fixada em R$ 5 mil diários.

Segundo o TAC, a central deverá ser capaz de identificar o sinal proveniente de um aparelho para surdos, público ou particular, ou então a operadora deve criar um número de ligação gratuita especialmente para esses consumidores.

O MPF procurou também outras duas operadoras de telefonia móvel em São Paulo. “A TIM não quis assinar o TAC e a Vivo ainda não respondeu aos pedidos de informação do Ministério Público”, informou a procuradora da República Adriana da Silva Fernandes, responsável pelo acordo.

Revista Consultor Jurídico, 5 de maio de 2005, 21h28

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/05/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.