Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Chacina em Diadema

D’Urso reúne-se com novo ouvidor da PM para tratar de chacina

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo Luiz Flávio Borges D’Urso reúne-se nesta sexta-feira (8/7) com o novo ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo, Antonio Funari Filho, para discutir a chacina que de cinco pessoas em Diadema (SP), na quarta-feira (6/7).

Na ação, segundo testemunhas comandada por policiais militares, três pessoas de uma mesma família — a mãe e dois filhos — e outras duas pessoas foram executadas.

“A OAB-SP, a exemplo de toda a sociedade, está indignada com a execução de três pessoas indefesas”, afirmou D’Urso. O presidente da Ordem paulista determinou que a Comissão de Direitos Humanos da Ordem acompanhe as investigações do crime. “A chacina é uma violência extrema, que vem se tornando comum em áreas carentes da cidade. É preciso ir a fundo na apuração desse caso, dos autores e co-autores dessa chacina”, disse.

Revista Consultor Jurídico, 7 de julho de 2005, 20h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/07/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.