Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cálculo na Justiça

Turma Recursal do Paraná ultrapassa a marca de 17 mil ações

A Turma Recursal da Justiça Federal do Paraná registrou, nesta segunda-feira (28/2), a marca de 17.863 processos em andamento. Deste número, 12.644 são ações em papel e 5.219, são processos virtuais -- os chamados “e-proc”. Os números foram divulgados pelo Núcleo de Apoio Judiciário. A informação é da Justiça Federal do Paraná.

As turmas recursais são a “segunda instância” das varas do Juizado Especial Federal. Ficam sediadas nas três capitais da região sul do país: Curitiba, Florianópolis e Santa Catarina. Elas são formadas por três juízes federais de primeira instância que julgam os recursos contra decisões das varas do Juizado Especial Federal de cada estado. Os juízes federais exercem mandato de dois anos.

No estado do Paraná, a vara do Juizado Especial Federal de Curitiba enviou 3.181 ações. A subseção da Justiça Federal de Londrina enviou 2.205. O município de Campo Mourão, 1.167 ações. Maringá, 1.128. A cidade de Ponta Grossa, 1.100. Umuarama enviou 974 processos em papel à Justiça Federal do estado.

A Turma Recursal da Justiça Federal no Paraná é presidida pelo juiz federal Joel Ilan Paciornik. São membros, também, os juízes Marcio Antonio Rocha e Marcos Roberto Araújo dos Santos.

Revista Consultor Jurídico, 28 de fevereiro de 2005, 16h10

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/03/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.