Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Depois da denúncia

Advogado deixa cargo de conselheiro da Itaipu após denúncia

O advogado Roberto Bertholdo deixou de ser conselheiro da Itaipu Binacional. Ele decidiu se afastar do cargo depois de um encontro com o diretor-geral brasileiro Jorge Samek.

Bertholdo ocupou o posto que estava reservado ao ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, por nomeação do presidente da República e indicação do então líder do PMDB na Câmara, o deputado paranaense José Borba. As informações são do site Paraná-Online.

Seu afastamento do conselho da Itaipu estaria relacionado com o episódio em que se envolveu recentemente com o também advogado Sérgio Costa, seu ex-sócio. Costa acusa Bertholdo de agressão, cárcere privado e extorsão de R$ 900 mil.

Um inquérito policial corre pela Delegacia de Furtos e Roubos, com acompanhamento do Ministério Público e da seccional paranaense da Ordem dos Advogados do Brasil. Entre os casos de destaque que atua, Bertholdo é advogado de Tony Garcia no processo do Consórcio Nacional Garibaldi, que tramita na 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba.

Revista Consultor Jurídico, 24 de fevereiro de 2005, 19h56

Comentários de leitores

1 comentário

Mas porque será que Sergio Costa apanhou ??? ...

Izabelyta Braz (Outros)

Mas porque será que Sergio Costa apanhou ??? Acredito que ninguém apanha de graça; algo ele fez para levar umas porradas!!E quem garante nas palavras dele!

Comentários encerrados em 04/03/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.