Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Reação em assalto

Juiz do Paraná mata ladrão em assalto no trânsito

Um juiz -- cuja identidade é mantida em sigilo pela Polícia -- matou um ladrão no bairro Bigorrilho, em Curitiba, esta semana. Ele estava parado com seu carro em um semáforo da rua Capitão Souza Franco, quando foi abordado por um homem armado. De acordo com a Polícia, o revólver do assaltante estava com a numeração lixada.

O assaltante pediu os pertences do juiz. Ele entregou a carteira e o relógio Rolex. Quando o assaltante colocava os objetos roubados no bolso, o juiz abriu rapidamente a porta do carro, sacou a arma e lhe deu voz de prisão. De acordo com a Polícia, o assaltante não obedeceu e apontou o revólver para o juiz. Nesse momento, o juiz reagiu e atirou. O assaltante morreu na hora com um tiro na boca. As informações são dos sites Espaço Vital e Paraná Online.

No mesmo dia (segunda-feira -- 14/2), o juiz depôs na Delegacia de Furtos e Roubos. "Ele agiu em legítima defesa", disse o delegado Rubens Recalcatti. O caso foi registrado também na Delegacia de Homicídios e está dado como "encerrado", de acordo com o superintendente Miguel Gumiero.

Revista Consultor Jurídico, 17 de fevereiro de 2005, 11h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/02/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.