Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

O preço da liberdade

Tony Garcia é libertado após pagar fiança de R$ 5 milhões

O empresário e ex-deputado estadual do Paraná Antônio Celso Garcia, mais conhecido como Tony Garcia, pagou fiança de R$ 5 milhões , entregou o seu passaporte e o de seus familiares e voltou para casa depois de três meses preso. Garcia acusado de irregularidades na administração do extinto Consórcio Nacional Garibaldi, foi beneficiado por Habeas Corpus concedido pelo desembargador Néfi Cordeiro, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, nesta terça-feira (1º/02).

O ex-deputado é processado pela 2ª Vara Criminal de Curitiba acusado de gestão fraudulenta, sonegação fiscal, evasão de divisas, subfaturamento em importações e clonagem de veículos na administração do Consórcio Garibaldi, liquidado pelo Banco Central em outubro de 1994.

A defesa do ex-deputado já tinha impetrado três Habeas Corpus que pediam a liberação de Tony Garcia. Todos foram negados pelo TRF-4. Baseada em fatos novos, como o pagamento de fiança e a entrega dos passaportes dos familiares, um novo pedido de libertação foi interposto no tribunal, que decidiu pela concessão da ordem.

"O valor da fiança em R$ 5 milhões faz compreender que não fugirá o réu de suas obrigações processuais", entendeu o relator. Cordeiro frisou ainda que o valor depositado em juízo serve como garantia de que os danos causados às vítimas serão ressarcidos.

HC 2005.04.01.002279-8/PR

Revista Consultor Jurídico, 2 de fevereiro de 2005, 10h56

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/02/2005.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.